Quatro presos durante buscas por policial sequestrado em Maricá

Quatro suspeitos foram presos, nesta sexta-feira (31), durante as buscas pelo cabo da Polícia Militar Alexandre de Silva Lima na comunidade Risca Faca, em Inoã, e em comunidades vizinhas. O militar continua desaparecido.

Segundo o comando do 12° BPM (Niterói), houve confronto na chegada dos policiais no Minha Casa Minha Vida em Itaipuaçu. Os suspeitos foram detidos com um pistola, três carregadores de pistola, três rádios transmissores, munições, dois telefones, seis bases de carregadores, um cinto de coldre e materiais entorpecentes. A ocorrência foi encaminhada para a 82ª DP (Maricá).

Desde as primeiras horas desta sexta, os policiais ocupam comunidades na região, na tentativa de encontrar o policial, que desapareceu na quinta-feira (30). A principal suspeita da família é de que ele tenha sido sequestrado e levado para o interior da comunidade do Risca Faca.
Ainda nesta quinta, durantes as buscas do militar na comunidade citada, outros dois homens foram presos com drogas e radiotransmissores. Até o momento, são seis presos.

Sequestro

Segundo informações da PM, agentes do 12° BPM (Niterói) foram acionados após a mulher da vítima procurar a polícia para relatar o sequestro. Em conjunto com equipes do DPO de Inoã e policiais do 7° BPM (São Gonçalo), os policiais fizeram buscas na comunidade.

A Polícia Civil informou que o caso foi apresentado no Setor de Descoberta de Paradeiros da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG) e encaminhado para a 82ª DP (Maricá). A investigação está em andamento para localizá-lo e esclarecer os fatos.
Por volta das 20h, a Polícia Militar informou que o policiamento na comunidade do Risca Faca está reforçado. Com o auxílio de um veículo blindado, policiais militares patrulham o local.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *