Prefeitura do Rio inicia as obras do Parque Pavuna

Espaço público terá 17 mil metros quadrados e será construído nas proximidades  da comunidade do Chapadão

A Prefeitura do Rio, por meio da Fundação Parques e Jardins, deu início, neste domingo (30/7), às obras do Parque Carioca da Pavuna, localizado na Rua Marechal Guilherme, nas proximidades da comunidade do Chapadão, no bairro da Pavuna.

Com cerca de 17 mil metros quadrados e investimento de aproximadamente R$ 12 milhões, o equipamento urbano irá oferecer atividades esportivas, de lazer e recreação infantil, estimulando a integração e o convívio social da população. A previsão é que as obras fiquem prontas até junho de 2024.

– Os bairros da cidade precisam de espaços que levantem a sua autoestima. Olhem o que aconteceu com Madureira depois do parque, olha o que vai acontecer em Realengo, com o parque que estamos fazendo lá, e na Cesário de Melo, entre Campo Grande e Santa Cruz, com o parque que vamos fazer lá.

Só que o mais bonito de todos vai ser esse parque da Pavuna. Vai ter chafariz, espaços para a pessoa tomar um solzinho e um banho no domingo. Serão  vários canhões de luz para cima. Todo mundo vai ver a Pavuna de tudo quanto é lugar. Podem ter certeza que vamos deixar o povo de Madureira com inveja do luxo que vai virar esse parque da Pavuna – afirmou o prefeito Eduardo Paes.

Atualmente, o terreno na Rua Marechal Guilherme está abandonado e é usado de maneira improvisada pelos moradores para jogos de futebol. O projeto prevê a criação de um grande espaço verde no local, dotado de quadra poliesportiva, quadra de basquete e quadra de areia, quiosques e área de convivência com mobiliários urbanos e mesas de jogos. Também serão implantados uma prainha artificial junto a uma praça molhada, uma Academia da Terceira Idade (ATI) e um parquinho infantil. O espaço terá ainda uma pista de skate park. O grande marco do parque será a torre d’agua iluminada, com quase 22 metros de altura. Todo o terreno receberá paisagismo, com canteiros de vegetação arbustiva e plantio de árvores de diferentes espécies nativas da Mata Atlântica, palmeiras, horta e forrações.

– Vamos construir aqui na Pavuna, um bairro com mais de 130 mil habitantes, um parque com mais de 15 mil metros quadrados, com equipamentos para idosos, quadra poliesportiva, quadra de futevôlei e pista de skate, atendendo a um pedido da garotada. Estamos também fazendo algo que vai impactar bastante a região, que é muito quente. Vamos instalar uma fonte de água com uma torre de 22 metros, que vai aspergir água para tudo o que é lugar, vai ser muito refrescante para os frequentadores. O pessoal não vai precisar mais ir para a praia, vai ter uma praia particular na Pavuna – destacou o presidente da Fundação Parques e Jardins, Julio Villas Boas.

Investimento em áreas verdes para melhorar a qualidade de vida da população das zonas Norte e Oeste

Nos últimos anos, a Prefeitura do Rio tem investido na criação e reforma de parques e praças na cidade, sobretudo nas Zonas Norte e Oeste, com o objetivo de elevar a qualidade de vida da população dessas regiões. Os investimentos mostram o senso de prioridade da prefeitura com quem mais precisa, atendendo quem tem pouca oferta de lazer e áreas verdes perto de casa.

A construção do Parque Realengo Jornalista Susana Naspolini, por exemplo, é uma antiga reivindicação dos moradores. Será criado um espaço verde que vai virar ponto de referência de lazer para os moradores, qualificando a área, a exemplo do que aconteceu com o Parque Madureira na Zona Norte.  O Parque Realengo terá 77 mil metros quadrados e será entregue em meados de 2024. O investimento no Parque Realengo é de aproximadamente R$ 72 milhões.

Ainda na Zona Oeste, a Prefeitura está transformando o Boulevard Olímpico, localizado na Barra da Tijuca, no Parque Rita Lee. Uma área de cerca de 136 mil metros quadrados, que receberá quadras poliesportivas, bicicletários, Academia da Terceira Idade, área infantil, skate park, entre outros, e possui um investimento de cerca de R$ 36 milhões.

Na semana passada, a Prefeitura anunciou o início das obras do megaparque de 234 mil metros quadrados, que vai oferecer lazer, entretenimento e cultura, além de preservar e ofertar novas áreas verdes para a região de Inhoaíba. O parque da Cesário de Melo será construído na Avenida Cesário de Melo, uma das principais vias que cortam a Zona Oeste. Os investimentos do município serão de R$ 220 milhões. O prazo para a conclusão das intervenções é de 18 meses e o megaparque será sustentável, além de preservar e ofertar novas áreas verdes na cidade para convivência.

O parque da Cesário de Melo vai contar com equipamentos culturais e esportivos. Entre as benfeitorias estão Vila Olímpica, Nave do Conhecimento, quadras poliesportivas, espaço ecumênico, pista de skate, ginásio coberto, palco, além de uma escola para 720 alunos e um Espaço de Desenvolvimento Infantil para cerca de 30 crianças em horário integral.  Nos dias de calor, a população ainda vai poder se refrescar na escada das águas e no chuveiro cascata. Um mirante também será erguido no local.

O parque também ganhará mais uma instalação que é um legado dos Jogos Olímpicos de 2016. A piscina do Estádio Aquático será instalada na Vila Olímpica. O projeto prevê o cultivo de mil e cem árvores no local e o plantio de jardins em uma área de aproximadamente 34 mil metros quadrados. A área reflorestada será de 61,8 mil metros quadrados. O paisagismo manterá as espécies originais, criando ilhas protegidas, onde os visitantes poderão contemplar a natureza.

O bairro da Piedade, na Zona Norte, também ganhará um parque nas antigas instalações da Universidade Gama Filho. O espaço de aproximadamente 18 mil metros quadrados será transformado em uma área pública.  O Parque também terá horta urbana, espaço para feiras e eventos, parcão, academia, pista de skate, campo de futebol, parque infantil, entre outros atrativos para os moradores e frequentadores.

Prefeitura inicia as obras de duas praças na Pavuna e Anchieta, na Zona Norte

Ainda neste domingo, a Prefeitura  anunciou o início das obras de reforma da Praça Ênio, também na Pavuna, que receberá quadra de areia, brinquedos infantis, novos mobiliários urbanos e  Academia da Terceira Idade. A quadra poliesportiva será reformada e a praça receberá ainda o plantio de novas árvores. No bairro vizinho de Anchieta, a Praça Nazaré irá receber uma quadra de areia, nova Academia da Terceira Idade, novos brinquedos infantis, mobiliários e quiosques. Além da reforma do campo de futebol, revitalização do vestiário e paisagismo.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *