Prefeitura do Rio entrega Piscinão de Ramos renovado 

Obra é a maior revitalização do Parque Ambiental da Praia de Ramos Carlos de Oliveira Dicró em dez anos 

  

No dia de São Sebastião (20/1), padroeiro do Rio, a Prefeitura entregou a revitalização do Piscinão de Ramos, na Zona Norte. Esta é a maior revitalização do Parque Ambiental da Praia de Ramos Carlos de Oliveira Dicró em dez anos. A Fundação Parques e Jardins (FPJ) instalou equipamentos esportivos para uso da população no entorno do piscinão, totalizando uma nova área de lazer de 124 mil metros quadrados.  

– Que bom a gente poder ter esse espaço recuperado e ver as coisas melhorando. E vamos ficar atentos, de olho para fazer com que essa recuperação seja mantida. Isso depende da Prefeitura, mas também de vocês. O dinheiro que foi gasto aqui vem do imposto que vocês pagam. Cuidem, tenham carinho por isso aqui – afirmou o prefeito Eduardo Paes. 

As intervenções incluíram a construção de quadras poliesportivas, quadra de areia, campo de grama sintética, novos parquinhos infantis e equipamentos para a terceira idade, espaço multiuso, áreas de convivência, recomposição paisagística, além da revitalização da arquibancada, ciclovia, pista de skate e da reforma dos banheiros. O investimento foi de R$ 2,9 milhões. 

– A Prefeitura entrega, hoje, mais opções de lazer para a população da região, com novos equipamentos e uma sede administrativa para organizar melhor o espaço – disse o presidente da FPJ, Roberto Oliveira. 

Com profundidade máxima de 1,40m, o Piscinão de Ramos é uma área de lazer construída no início dos anos 2000 e que consiste em uma praia artificial, em torno de uma piscina pública de água salgada. Hoje, o Piscinão de Ramos é um dos símbolos do subúrbio carioca, servindo, inclusive, de cenários para produções televisivas. 

– A reforma do parque do Piscinão de Ramos é muito importante para a Zona Norte. E não só o piscinão, que é muito simbólico, mas também todo esse complexo. Assim, fazemos aqui o nosso Parque de Madureira da Zona da Leopoldina. Pretendemos transformar o parque, agora durante o verão, numa grande área de shows. Queremos que ele seja uma referência igual ao Parque de Madureira – declarou o subprefeito da Zona Norte, Diego Vaz. 

O parque já chegou a receber 80 mil pessoas por dia. O lago é abastecido por 30 milhões de litros de água da Baía de Guanabara, que, diariamente, são bombeados para a Estação de Tratamento de Água de Ramos. A operação da estação é fiscalizada pela Fundação Rio-Águas e a qualidade da água monitorada. 

– As opções de lazer melhoraram muito. Essa reforma trouxe uma área de lazer para as crianças e para os adultos. Foi muito bem-vinda essa obra e eu, como usuário, espero que a comunidade preserve o espaço – disse o aposentado Flavio Freire, de 65 anos. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *