Prefeito de Macaé discute em Brasília instalação de fábrica de fertilizantes no município

A instalação fábrica de produtos para produção agrícola em Macaé foi discutida nesta semana pelo prefeito Welberth Rezende em agenda realizada em Brasília.O projeto, cuja viabilidade foi aprovada pelo secretário executivo do Conselho Nacional de Fertilizantes e Nutrição de Plantas, Pedro Veillard Farias, acompanha a nova fase de industrialização do município, a partir da implantação da nova Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN) e do Parque Térmico Sudeste.
“Macaé concentra hoje cerca de R $25 bilhões de investimentos em projetos que irão garantir o equilíbrio energético do país. Somos também referência em mão de obra qualificada e o melhor ambiente de negócios. Estamos preparados para seguir uma nova etapa de desenvolvimento, gerando emprego e garantindo mais qualidade de vida para a nossa população”, destacou o prefeito.
A nova concessão e a continuidade das obras de duplicação da BR 101, a instalação de uma nova base de operações ferroviárias, a ampliação da rota aérea para voos comerciais em Macaé e a expansão das operações da Petrobras na cidade também foram discutidos pelo prefeito na Capital Federal, em agendas com o Senador Romário e com o Secretário Nacional de Assuntos Federativos, André Ceciliano.
“São pautas apresentadas pela indústria que representa hoje  o segmento que promove as transladações sociais e econômicas da nossa cidade. O apoio do governo federal é importante e nos traz a garantia de que a nossa cidade siga como a principal referência de desenvolvimento da nossa região”, afirmou Weberth.
Junto ao vereador e líder do governo na Câmara, Luciano Diniz, Welberth apresentou aos representantes do governo federal e do Congresso Nacional dados sobre investimentos já consolidados na cidade que sustentam hoje a ampliação das atividades do mercado de óleo, gás e energia.

“Somos também polo dos mais de U$ 18 bilhões de investimentos anunciados pela Petrobras na Bacia de Campos. Precisamos estreitar laços e acompanhar decisões políticas que assegurem o protagonismo de Macaé no mercado nacional de óleo, gás e energia”, afirmou o prefeit

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *