Paixão de Cristo emociona público na estreia do espetáculo em Macaé

Uma forte emoção fez a plateia aplaudir de pé o primeiro dia do espetáculo Paixão de Cristo, na noite desta quinta-feira (6), em Macaé, com participação de 35 atores da cidade. O ponto alto da edição deste ano é a levitação de Jesus, interpretado pelo ator Diogo Drosa. A peça, com direção e produção geral de Aldebaran Bastos, da Gaia Arte e Entretenimento, e texto de Marcelo Saback, continua nesta sexta-feira (7), sábado (8) e domingo (9), na Praia de Imbetiba, a partir das 20h, traduzida pela primeira vez em Libras. A exposição fotográfica inédita “Caminhos de Jesus” também faz parte da programação da Secretaria de Cultura.

 

“A estreia foi emocionante. O teatro traz essa mensagem mundialmente conhecida, mas tivemos diferenciais como a exposição que adianta cada cena do espetáculo, além dessa surpresa que foi Jesus levitar. Depois do ano passado, que foi um momento de acalentar, após um cenário de pandemia, este ano, a palavra é potência. A Secretaria de Cultura, direção e equipe conseguiram potencializar ainda mais esse espetáculo”, frisou Diogo Drosa.

Com cerca de uma hora e 45 minutos de espetáculo, a estreia reuniu, aproximadamente, 4 mil pessoas. A primeira-dama, Quelen Rezende, representou o prefeito Welberth Rezende. “É um orgulho para a nossa cidade realizar um evento lindo como esse. A casa está cheia e cada palavra toca o nosso coração”, afirmou.

“O espetáculo está emocionante e organizado, além do cenário espetacular. A história é conduzida de forma muito real. Toda organização e equipe estão de parabéns”, disse o auxiliar de serviços gerais, Alexandre Vieira Ximenes, 30 anos.

O diretor e produtor geral, Aldebaran Bastos, destacou que além da história de vida, morte e ressurreição de Jesus Cristo, o espetáculo busca propor uma reflexão através da arte. “É um momento difícil que estamos atravessando e o teatro consegue trabalhar questões sociais presentes no nosso cotidiano”, disse Aldebaran.

Para o secretário de Cultura, Leandro Mussi, a peça representa um momento de muita fé e emoção. “Com esse grandioso elenco estamos democratizando a cultura. Estamos preparando essa programação há seis meses e conseguimos, mais uma vez, fazer essa estreia emocionante. Isso mostra o talento da nossa gente”, acrescentou Leandro.

Além da encenação da Paixão, no sábado (8), às 19h30, haverá culto da Primeira Igreja Batista de Macaé e, no domingo, às 17h, Missa Campal de Páscoa, presidida pelo Bispo Diocesano Dom Luiz Antônio Lopes Ricci.

Exposição – A exposição Caminhos de Jesus tem a curadoria de Aldebaran Bastos; Fabrício Bittencourt, que também é diretor-assistente da peça, e Raphael Bózeo, fotógrafo. Ao todo, 27 painéis de 1,60 por 2,20 metros compõem a mostra. Todos eles são iluminados de dentro para fora, o que amplia a beleza dos registros de Bózeo de todas as cenas do espetáculo do ano anterior.

Paixão de Cristo
Direção e produção geral – Aldebaran Bastos

Produção executiva – Marcelo Fonseca

Assistência de direção – Fabrício Bittencourt

Produção – Mardoni De Muros

Assistência de produção – Viviane Santos, Thais Queiroz, Janaina Bastos e Maria Luíza Lelis

Figurino – Jorginho de Paula

Cenografia – Guilherme Reba

Maquiagem – Carlos Dalmas e Fabrício Brina

Acervos – Ely Peron e Secretaria de Cultura de Macaé

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *