20 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

Morto em 2022, Pelé é cobrado por dívida de R$ 13,8 mil; entenda o caso

Mesmo morto, o Rei Pelé está sendo cobrado por uma dívida de condomínio. A ação movida em maio, cinco meses após a morte de Edson Arantes do Nascimento, está na Justiça de São Paulo. O jogador mais famoso do mundo, que morreu em dezembro de 2022, é cobrado em R$ 13,8 mil.

O prédio em que Pelé tinha dois apartamentos acionou a Justiça. No documento, os advogados do Edifício Dondinho citam a morte do ex-camisa 10 da seleção, mas alegam que não conseguem saber quem é o inventariante, isto é, o responsável por administrar os bens do ex-jogador em meio ao processo de sucessão.

Em março, a viúva de Pelé, Márcia Aoki, decidiu abrir mão de ser a inventariante em prol de um dos filhos de Pelé, o ex-goleiro Edinho.

O condomínio afirma que restam pendentes os pagamentos da taxa dos dois apartamentos que estão em nome do craque desde a morte dele até abril deste ano. O juiz do caso requereu informações ao processo do inventário para saber quem é o inventariante. O Edifício Dondinho foi batizado em homenagem ao pai de Pelé, o também ex-jogador João Ramos do Nascimento.

Herança de Pelé

A herança de Pelé é estimada em US$ 15 milhões (R$ 71,8 milhões, na cotação atual). Parte do legado financeiro do jogador vem do investimento em imóveis. Em 2021, Pelé colocou à venda dois flats em Santos, avaliados em R$ 900 mil cada. Pelo menos outros dois imóveis integram o espólio do craque.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *