Ministério da Saúde visita unidades de Magé para avaliar situação pós-chuvas

Cidade foi bastante afetada pelo grande volume de chuva e transbordamento de rios 
Magé recebeu nesta terça-feira (26) os representantes do Ministério da Saúde para avaliarem as estruturas das unidades de saúde do município que foram afetadas pelas grandes chuvas do último final de semana. As visitas foram realizadas nas USFs Lagoa e Jardim Bela Floresta, no 1º distrito, e na UBS Guarani I, no 6º distrito.
“Recebemos no domingo os representantes da Secretaria Estadual de Saúde e hoje a equipe do Ministério da Saúde. Uma prova clara da integração das esferas governamentais (município, estado e federação) em prol da manutenção da assistência em saúde com segurança para os mageenses. Com isso, apresentamos todas as informações e diagnóstico da rede afim de solucionar em tempo recorde todas as necessidades da população afetada pelas fortes chuvas”, descreveu Larissa Ribeiro, subsecretária de Saúde que acompanhou a visita.
Programa Vigidesastre: ação em situações de emergência pública
No último sábado (23), foi declarada a Situação de Emergência em Magé, através do Decreto nº 3731, publicado em edição extra do Boletim Informativo Oficial. O decreto tem duração inicial de 90 dias, mas pode ser estendido até 180, caso haja necessidade de mais tempo para a recuperação do município.
“Com isso, iniciamos em Magé automaticamente um protocolo de ações, entre elas o Vigidesastres, um programa da Vigilância em Saúde que propõe ações para minimizar a exposição aos riscos de desastres naturais, faz a gestão do risco, integra os processos e o gerenciamento do desastre bem como à recuperação dos seus efeitos, contemplando ações voltadas à prevenção e à atuação em situações de risco e em planos de contingência”, detalhou a secretária Dra. Larissa Storte.
A visita técnica em Magé nesta terça (26) foi realizada por um profissional do Ministério da Saúde que integra o programa Vigidesastre, da Secretaria Nacional de Vigilância em Saúde e Ambiente, que faz a gestão do risco no desastre no âmbito da Saúde. A visita compõe o Sistema Federal de Proteção e Defesa Civil para entender como a saúde mageense foi afetada, e foi integrada ao encontro realizado com a Secretária Nacional de Defesa Civil e a Defesa Civil de Magé.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *