Mingau, do Ultraje a Rigor, inicia processo de ‘desmame’ da ventilação mecânica e tem sedação retirada, diz boletim médico

Rinaldo Oliveira Amaral, o Mingau, baixista da banda Ultraje a Rigor, teve a sedação retirada e foi iniciado o processo de “desmame” da ventilação mecânica.

Ele, entretanto, segue na UTI sem acordar. As informações foram divulgadas em boletim médico na manhã deste domingo (17) pelo Hospital São Luiz, onde o músico está internado.

Ainda de acordo com a equipe médica, o quadro clínico, no momento, é considerado estável.

“A sedação foi retirada e iniciou-se o processo de ‘desmame’ da ventilação mecânica, porém o paciente segue sem despertar”, diz o texto.

Na semana passada, o baixista foi submetido a uma traqueostomia (abertura frontal da traqueia com inserção de cânula). Desde o último sábado (9), os médicos já vinham reduzindo a sedação, até a retirada completa neste domingo.

A Justiça mandou prender três suspeitos de envolvimento no ataque a tiros que acabou atingindo o baixista Rinaldo Amaral, o Mingau, na cabeça, em Paraty

O músico foi baleado na cabeça no sábado (2), em Paraty, no Rio de Janeiro. O músico e um amigo estavam em área de tráfico da cidade quando carro deles foi alvo de tiros.

Mingau foi baleado quando passava de carro perto da Praça do Ovo, na Ilha das Cobras. Um amigo do músico contou à Polícia Civil que os dois estavam indo fazer um lanche, quando o carro em que estavam foi alvejado por criminosos.

Os motivos do crime ainda são investigados pela polícia fluminense. Dois suspeitos foram presos e outros três seguem foragidos.

Segundo a Polícia Militar (PM), que atendeu a ocorrência, o acompanhante de Mingau deu outra versão: a de que eles estavam indo comprar drogas.

De acordo com a 167º Delegacia de Polícia (DP), que investiga o caso, a região de Paraty onde o músico foi baleado tem a presença constante do tráfico de drogas e é conhecida como ponto de venda de entorpecentes.

Após ser baleado, Mingau foi socorrido e levado de ambulância ao Hospital Municipal Hugo Miranda, em Paraty. Mas depois foi transferido no mesmo dia de helicóptero a São Paulo, onde passou por cirurgia no Hospital São Luiz.

No dia 5, a equipe médica que o operou informou à imprensa que Mingau foi atingindo do lado esquerdo da cabeça. O projétil atravessou o cérebro e saiu. A bala não ficou alojada.

Segundo os médicos, a área atingida pelo disparo é responsável por algumas funções motoras, de linguagem e da visão. Por esse motivo foram adotados cuidados para evitar complicações neurológicas, em termos de fisioterapia motora e de fisioterapia respiratória.

Mingau fez aniversário no dia 3, um dia após o crime. Ele completou 56 anos. O baixista está no Ultraje a Rigor desde 1999. A banda, porém, foi criada antes, na década de 1980. Durante a carreira, o grupo emplacou diversos sucessos no cenário musical brasileiro, como “Inútil”, “Ciúme” e “Nós vamos invadir sua praia”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *