Justiça de Barcelona decide se Daniel Alves continua preso ou se terá a prisão relaxada

O Tribunal de Barcelona está decidindo neste moento se mantém ou não Daniel Alves preso. Ele é acusado de estupro e abusos sexual numa boate da cidade.

A audiência está ocorrendo na terceira seção do Tribunal. A decisão final se Daniel Alves permanece em prisão preventiva, fica em liberdade enquanto a denúncia de estupro é investigada e se o caso será encaminhada a julgamento dependerá desta sessão, que vai ouvir as duas partes hoje.

No fim do mês passado, o advogado de Daniel Alves já havia apresentado ao tribunal um recurso para o jogador não ficar preso enquanto o caso estava sendo julgado. Dentre os argumentos que foram utilizados, tinha uma longa carta escrita por Daniel Alves, que garantia aos magistrados que ele não fugiria de Barcelona.

Cristóbal Martell também solicitou o uso da pulseira eletrônica, o que asseguraria que o lateral-direito não iria fazer movimentações que envolvam passaportes ou dinheiro. A juiza do caso, no entanto, considerou que há provas suficientes para sustentar a versão da vítima e recusou o pedido do advogado de Daniel Alves.

Daniel Alves está preso desde 20 de janeiro em Barcelona, e entre as provas que pesam contra o jogador, há o resultado de um teste de DNA que comprova sêmen do atleta na roupa da vítima, além de impressões digitais no banheiro do local. O lateral também já contou quatro versões diferentes dos eventos que aconteceram na noite, en quanto a vítima manteve a mesma versão dos acontecimentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *