Instagram quer lançar app para competir com Twitter. O que se sabe até agora?

Instagram planeja lançar um aplicativo de texto que competirá com o Twitter. A empresa, controlada pela Meta, está testando o projeto com celebridades e influenciadores, segundo fontes. O Instagram está em discussões com criadores há meses, embora nenhum deles tenha acesso à versão completa do aplicativo até o momento. Veja o que se sabe até agora:

  • A nova plataforma deverá ser lançada em junho deste ano.
  • O aplicativo terá um feed central, com conteúdo recomendado e visualização dos seguidores
  • Além de vídeos e imagens, o usuário poderá publicar textos de 500 caracteres (menor que uma legenda no Instagram).
  • A plataforma será separada do Instagram, mas permitirá que as pessoas conectem suas contas.
  • Recursos de segurança habilitados no Instagram serão sincronizados com a nova plataforma. Exemplo: se o usuário bloqueou alguém no IG ou restringiu uma palavra, ela também será bloqueada no novo app.
  • O aplicativo poderá ser compatível com outros concorrentes do Twitter, incluindo o Mastodon.

 

As informações a respeito do novo aplicativo foram publicadas por Lia Haberman, professora que leciona Marketing Social e de Influência na Universidade da Califórnia (UCLA). Lia publicou as novidades em seu perfil no Twitter. A Bloomberg procurou o Instagram, mas a empresa não respondeu ao pedido de comentário até a última atualização desta reportagem.

“Com base em um exemplo (um tanto confuso) que obtive, o novo aplicativo da Meta se parece muito com o Twitter. Então, ele poderia ter todas as telas que vemos no feed do Twitter ultimamente? Talvez. É impossível prever como o público responderá, mas essa pode ser uma alternativa”, escreveu ela.

Mercado propício para novos apps

 

A caótica aquisição do Twitter pelo bilionário Elon Musk fez com que alguns usuários procurassem alternativas ao aplicativo. Esse movimento criou uma abertura no mercado para o desenvolvimento e popularização de novos aplicativos com foco em textos.

“Historicamente, sabemos que a Meta (dona do Instagram) gosta de experimentar e recriar recursos de outros aplicativos e ferramentas de terceiros com base no que eles antecipam ser populares entre seus usuários”, disse Haberman.

O site de notícias Moneycontrol.com, com sede em Mumbai, informou que em março a Meta estava explorando projetos para um aplicativo baseado em texto, cujo nome interno do projeto era ‘P92’. Outros veículos relataram que o nome de código era ‘Barcelona’

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *