Estado de saúde de dois dos jogadores de time de Caxias feridos em acidente segue gravíssimo

Os jovens envolvidos no acidente de ônibus do Esporte Clube Vila Maria Helena seguem internados no CTI do Hospital Municipalizado Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Divulgado no fim da noite desta sexta-feira (3), o boletim médico da Secretaria Municipal de Saúde do município informa que dois deles têm estado de saúde gravíssimo e um está estável.

A secretaria confirmou ainda que outra vítima do acidente, o adolescente Darlan Gonçalves França, de 17 anos, também foi internado, nesta sexta-feira, após se queixar de dores no braço. Ele havia se ferido no acidente, atendido no hospital de Minas Gerais e liberado com uma tipoia. Durante exame no hospital de Saracuruna, foi constatada a necessidade da internação para uma cirurgia. 

Felipe Gabriel Silva de Souza e Victor Júnior Silva do Nascimento, ambos de 16 anos, têm estado de saúde considerado gravíssimos. Os dois estão em leitos de CTI com acompanhamento das equipes médicas e sem nenhuma previsão de alta. Já Ícaro Morais Pereira, também de 16, teve melhora no quadro, está lúcido e estável. Os três adolescentes e outras 25 pessoas ficaram feridos na queda do ônibus da divisão de base do Esporte Clube Vila Maria Helena de uma ponte na BR-116. O veículo voltava com a equipe sub-18 do time, na madrugada da última segunda-feira (1), quando o acidente aconteceu. O time disputou um torneio na cidade de Ubaporanga, no Vale do Rio Doce, no último final de semana e retornava para Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

O acidente causou a morte de Andrey Viana da Costa, de 15 anos, Thyago Ramos de Oliveira, 15, Kaylon da Silva Paixão, 13, além do integrante da comissão técnica do Vila Maria Helena, Diogo Coutinho Marques, de 18.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *