Detra de Itatiaia participa de Fórum sobre o ‘Maio Amarelo’

O diretor do Detra (Divisão Executiva de Trânsito), órgão vinculado à Secretaria de Ordem Pública de Itatiaia, Edson Lamin, participou nesta quarta-feira (10/05) do Fórum Maio Amarelo – Responsabilidade e Vida, sobre segurança viária e prevenção de acidentes. Durante o evento ele confirmou a adesão do município à campanha Maio Amarelo edição 2023. A ação, que está completando 10 anos, terá como tema “No trânsito, escolha a Vida”.  

O Fórum Maio Amarelo aconteceu no Auditório da Fecomércio RJ, no bairro do Flamengo, Rio de Janeiro. “Em 2022 o Rio de Janeiro registrou 17.199 acidentes de trânsito, com 21.612 vítimas, sendo que 19.718 ficaram feridas e 1.894 morreram. Em média, cinco mortes no trânsito por dia”, informa o presidente do presidente do Detran RJ, Adolfo Konder, reforçando a importância da segurança viária na redução de acidentes.

Participam do evento autoridades do setor, como o Secretário Nacional de Trânsito, Adrualdo Catão; a diretora de Segurança no Trânsito da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), Maria Alice Nascimento; a assessora da Coordenação de Projetos Especiais do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (INTO), Mariana Maciel do Nascimento Oliveira, além do presidente do Detran RJ, Adolfo Konder.

De acordo com o diretor do Detra, Edson Lamin, é fundamental chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. O objetivo do movimento é estimular a ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil e a cor amarela, que sinaliza advertência no semáforo, foi escolhida justamente por simbolizar a atenção necessária para a causa”, explica Lamin.  

Em Itatiaia, segundo o diretor do Detra, durante o mês de maio serão realizadas ações educativas e distribuição de material informativo, com dicas de segurança no trânsito. Lamin informa que a maioria dos acidentes é ocasionada por imprudência.  

“As estatísticas mostram que cerca de 80% dos acidentes de trânsito estão diretamente ligados a falta de atenção do condutor, seja no uso do celular, ou no descumprimento de regras básicas como, por exemplo, excesso de velocidade, ultrapassagem em locais proibidos e embriaguez ao volante”, destaca.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *