20 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

Carnaval 2024: metade das escolas do Grupo Especial já tem samba-enredo definido; veja as que vão decidir neste fim de semana

A Beija-Flor definiu na madrugada desta sexta-feira, o samba-enredo que cantará na Marquês de Sapucaí em 2024 em final realizada na quadra da escola, em Nilópolis. A composição vencedora foi a de parceria dos compositores Kirazinho, Lucas Gringo, Wilsinho Paz, Venir Vieira, Marquinhos Beija-Flor e Dr. Rogério. O hino oficial, anunciado pelo intérprete Neguinho da Beija-Flor, foi escolhido em votação que contou com os líderes de diferentes segmentos, que apresentaram as preferências em uma reunião fechada.

Das doze escolas do Grupo Especial, metade já escolheu samba-enredo. Entre elas estão Viradouro, Grande Rio, Unidos de Vila Isabel, Paraíso do Tuiuti e Porto da Pedra, que volta este ano ao grupo. Nesta noite, em Madureira, a centenária Portela escolhe, entre três finalistas, os intérpretes do enredo “Um defeito de cor”, baseado no livro homônimo de Ana Maria Gonçalves (Rua Clara Nunes 81; a partir das 22h. R$ 70, 2º lote).

Amanhã é a vez da Mangueira decidir qual composição vai embalar o enredo “A negra voz do amanhã”, em homenagem a Alcione (Rua Visconde de Niterói 1072; 22h. A partir de R$ 60). O Salgueiro faz sua semifinal na quadra da escola (Rua Silva Teles 104, Andaraí). O samba eleito vai embalar o enredo “Hutukara” (a partir das 20h30. R$ 40). Na próxima quarta-feira, será a decisão final do samba-enredo de 2024.

A Beija-Flor será a segunda escola a desfilar no domingo de Carnaval, dia 11 de fevereiro, com o enredo “Um Delírio de Carnaval na Maceió de Ras Gonguila”, assinado pelo carnavalesco João Vitor Araújo.

Confira a letra do samba da Beija-Flor:

 

Em Maceió

O paraíso deu à luz a um menino

À beira-mar nascia o rei

Que o senhor das ruas deu o seu caminho

Eu acreditei no herdeiro

Da dinastia e das lutas de Zumbi

De Palmares às palmeiras e marés

Ao nobre engraxate um novo horizonte

Real cavaleiro dos montes

Tem mironga, festa da ralé

Malandragem, frevo arrasta-pé

A magia que avoa, o rosário no andor

A cantiga que ecoa é do meu tambor

Gira-mundo feito pião que “gonguila” do jeito

Que eterniza Benedito dos plebeus

Quando encontra a corte africana

A nobreza alagoana realiza os sonhos seus

Vai meu Beija-flor, a soberania popular que traz no batuque de Rás

Num côco, um pouco de samba de roda

E o povo anuncia: é ela!

Delira…

Tem Pajuçara no mar da Mirandela

Aqui é Beija-flor doa a quem doer

Do gênio sonhador a gana de vencer

Tá no meu peito, tá no meu grito

Escola de respeito que coroa Benedito

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *