Ataque com mísseis de Israel no centro de Damasco atinge área residencial, diz Síria

Um ataque aéreo israelense matou pelo menos 15 pessoas e destruiu um prédio residencial na capital da Síria, Damasco, informou neste domingo (18), noite de sábado (17) no Brasil, o Observatório Sírio de Direitos Humanos. A mídia estatal síria, contudo, afirma que foram 5 mortos e 15 feridos.

Um porta-voz militar israelense se recusou a comentar.

Segundo testemunhas e uma fonte do governo, o míssil israelense atingiu um grupo de prédios no bairro densamente povoado de Kafr Sousa, no centro de Damasco, perto de um grande complexo de segurança que fica próximo a instalações iranianas.

“Causou danos a várias casas de civis e danos materiais a vários bairros de Damasco e arredores”, disse o Exército em um comunicado. Ainda não está claro se o ataque tinha como alvo um indivíduo específico.

Por quase uma década, Israel vem realizando ataques aéreos contra suspeitas de transferências de armas patrocinadas pelo Irã. As autoridades israelenses raramente reconheceram a responsabilidade por operações específicas.

O Irã expandiu sua presença militar na Síria nos últimos anos e tem uma posição na maioria das áreas controladas pelo Estado, com milhares de membros de milícias e grupos paramilitares locais sob seu comando, segundo fontes de inteligência ocidentais.

Israel também intensificou nos últimos meses ataques a aeroportos e bases aéreas sírias para interromper o uso crescente do Irã de linhas aéreas de abastecimento para entregar armas a aliados na Síria e no Líbano, incluindo a milícia Hizbullah, apoiado pelo Irã.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *