21 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

Após proibição do governo, Hurb demite 40% dos funcionários

O Hurb (ex-Hotel Urbano) demitiu 40% do corpo de funcionários nesta terça-feira, 30, um dia após a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), vinculada ao Ministério da Justiça, determinar a suspensão da venda pela plataforma de viagens de pacotes flexíveis. O corte atingiu 400 pessoas de um total de mil empregados, entre recepcionistas, supervisores de experiência do cliente e gerentes de operações.
A empresa declarou à Folha de São Paulo que as demissões visam à manutenção da saúde financeira da companhia e a continuidade dos negócios da plataforma. A Hurb diz ainda que prestou “todo o apoio aos profissionais afetados, respeitando sempre a legislação trabalhista.”
Os pacotes flexíveis são a principal fonte de receita do Hurb. Por meio deles, o cliente escolhe três datas e a empresa tem a opção de selecionar uma outra caso não haja disponibilidade de voos promocionais.
A empresa elaborou um plano de ação para cumprir os contratos. Integrantes do Hurb se reuniram com a equipe do Ministério da Justiça e prometeram garantir o respeito ao consumidor, mas o secretário nacional do Consumidor, Wadih Damous, afirmou que o Hurb não conseguiu esclarecer como faria isso.
O Hurb também tinha até dia 22 para responder a todas as queixas registradas na plataforma Reclame Aqui, o que foi feito, de acordo com a empresa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *