Vontade de se vacinar contra a Covid-19 é maior em países mais pobres, diz pesquisa

A vontade de se vacinar contra a Covid-19 é consideravelmente maior em países em desenvolvimento (80% dos entrevistados) do que nos Estados Unidos (65%) ou Rússia (30%). Os dados são de uma pesquisa publicada na última sexta-feira (16) na revista científica Nature Medicine. 


Para o levantamento, realizado entre junho de 2020 e janeiro de 2021, foram entrevistadas 20 mil pessoas por pesquisadores de 30 instituições, entre elas o Centro de Crescimento Internacional (IGC) e o Yale Institute for Global Health, nos Estados Unidos, o WZB Berlin Social Science Center, na Alemanha, e a HSE University, na Rússia.

Os cientistas analisaram a aceitação e recusa da vacina em dez países de baixa e média renda na Ásia, África e América do Sul. O principal motivo, citado por 91% dos entrevistados, para querer a vacina foi a proteção pessoal. Quanto à hesitação ou recusa da vacina, o principal justificativa citada por 44% dos entrevistados doram os efeitos colaterais. 

O resultado da pesquisa sugere que priorizar a distribuição de imunizantes contra a Covid-19 em países mais pobres pode gerar um grande retorno no aumento da cobertura vacinal global.

“À medida que os suprimentos de vacina contra a Covid-19 chegam aos países em desenvolvimento, os próximos meses serão fundamentais para os governos e organizações internacionais se concentrarem na concepção e implementação de programas eficazes de absorção de vacinas”, afirma Niccoló Meriggi, economista do IGC de Serra Leoa e coautor do estudo. A aceitação da vacina pode variar também com o tempo e com as informações que as pessoas têm disponíveis. “Em todos os países, observamos que a aceitação das vacinas contra a Covid-19 é geralmente menor do que para outras vacinas, talvez por ser uma novidade”, considera Alexandra Scacco, pesquisadora sênior do WZB e coautora do estudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: