Volta Redonda recebe projeto itinerante de castração animal

Volta Redonda recebe neste sábado, dia 16 – véspera do aniversário da cidade -, o projeto itinerante “Caravana Pet”, que vai oferecer castrações a cães e gatos de forma gratuita na Praça Sávio Gama, no bairro Aterrado (em frente à sede da prefeitura). Os procedimentos serão agendados para serem realizados ao longo de três semanas. Os pets a serem castrados não devem ser levados ao evento de solicitação das cirurgias.

A ação é uma iniciativa do Instituto Casa do Pai, por intermédio do vereador Vander Temponi. O Governo Municipal apoiará a iniciativa cedendo o espaço, tendas e cadeiras. Funcionários do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) também auxiliarão no atendimento aos tutores.

Um castramóvel, veículo adaptado onde médicos veterinários e outros profissionais atuarão, ficará estacionado na Praça Sávio Gama. O Caravana Pet é um projeto financiado por uma emenda parlamentar do deputado federal Delegado Felício Laterça. Para ser beneficiado com a castração do pet, o tutor deverá comparecer à Praça Sávio Gama, onde a estrutura estará montada, e assistir à uma explicação de um médico veterinário. A palestra será às 9h e abordará temas como: guarda responsável, bem-estar animal, pré-operatório e pós-operatório.

Os interessados devem ser moradores de Volta Redonda, maiores de idade (18 anos), e precisam estar munidos de identidade, CPF e comprovante de residência nominal. As vagas para o projeto são limitadas e restritas a um animal por CPF.

O vereador Vander Temponi lembrou que a ideia é promover uma educação ambiental, além de auxiliar na diminuição da demanda de castrações no CCZ.

“O projeto presta assistência veterinária, realizando castrações, com o objetivo de auxiliar no controle populacional de cães e gatos e na diminuição de zoonoses (doenças infecciosas transmitidas entre animais e pessoas). Também conta com a palestra, que orienta os tutores sobre o bem-estar animal”, disse Temponi.

A coordenadora da Vigilância Ambiental e responsável pelo CCZ, Janaína Soledad, explicou que esta é mais uma ação que integra o programa da prefeitura de Volta Redonda, o “Cidadania Animal”.

“As castrações buscam diminuir a superpopulação, o que acaba promovendo casos de maus-tratos e abandonos de animais. Também há a redução das doenças ligadas ao aparelho reprodutor. Isso mostra a importância que o governo municipal tem dado a causa animal. Promovendo o acesso ao serviço de castração e garantindo qualidade”, disse Janaína.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.