fbpx

Versátil, colombiano Jhon Arias entra bem mais uma vez e pede passagem no time do Fluminense

Se dá para tirar algo de positivo do empate em 0 a 0 do Fluminense com o Atlético-GO foi a atuação de Jhon Arias. O colombiano entrou no intervalo, mudou a cara do time e foi peça fundamental para o grande volume de chances que quase deram a vitória ao Tricolor.

Entrando bem pela segunda vez seguida, o meia-atacante de 24 anos, que chegou a ser titular brevemente antes de ter a sequência interrompida por uma viagem à Colômbia para o velório da avó, volta a pedir passagem na equipe.

Jhon Arias em Fluminense x Atlético-GO — Foto: Lucas Merçon FFC

Com a entrada de Arias, o técnico Marcão mudou o esquema tático da equipe. Abriu mão do meio de campo com três volantes e passou a jogar com o colombiano mais avançado, entre as linhas do Dragão. Mesma formação usada quando Nenê estava no time, mas com a diferença das características dos jogadores.

E funcionou contra o Atlético-GO. De cara. Logo no primeiro lance, Arias deu um lençol em um adversário e acionou Luiz Henrique, que finalizou com perigo. Também iniciou a jogada que quase culminou com gol de Fred após belo passe de Luiz Henrique aos 12. O colombiano deu mais velocidade ao meio de campo tricolor e, consequentemente, mais volume ao setor ofensivo.

Mostrou também verstatilidade. Com a entrada de John Kennedy no lugar de Caio Paulista aos 19 do 2º tempo, Arias foi deslocado para a ponta esquerda. E seguiu bem, sendo a melhor opção de saída do time. Os 48, fez a jogada que quase resultou no gol de Bobadilla e terminou com a bola na trave de Danilo Barcelos.

Não é a primeira vez que Arias entra bem durante uma partida. Contra o Fortaleza ele já havia mostrado personalidade, apesar da atuação ruim de toda a equipe.

Jhon Arias, em Fluminense x Fortaleza — Foto: Lucas Merçon / Fluminense FC

Contratado em agosto deste ano junto ao Santa Fe da Colômbia, Arias mostrou serviço rapidamente pelo Fluminense. Se esteve um pouco perdido na estreia, contra o Atlético-MG pela Copa do Brasil, no jogo seguinte, contra o Bahia, foi bem e dias depois marcou seu primeiro gol, no empata com o Juventude.

Jhon Arias comemora primeiro gol pelo Fluminense, sobre o Juventude — Foto: Lucas Merçon FFC

A consolidação no time titular parecia certa, mas um drama familiar interrompeu sua sequência. Arias perdeu a avó e foi à Colômbia para o enterro dela. Com isso, se ausentou dos jogos contra Chapecoense e São Paulo, que marcaram, justamente, a explosão de Luiz Henrique e o retorno de lesão de Caio Paulista.

Em um momento irregular do time, Arias volta a mostrar potencial para ser titular, seja jogando pelo lado esquerdo do ataque, seja entrando no meio de campo, no lugar de um dos volantes. Opções que certamente estarão sendo estudada pelo técnico Marcão para os próximos jogos.

O Fluminense volta a campo na próxima quarta-feira, contra o Corinthians, às 21h, na Neo Quimica Arena, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor é o nono colocado, com 33 pontos marcados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: