Vasco afirma que saída de Siston se deu por convite do Corinthians: “Clube requer comprometimento”

Campeão do Carioca, da Copa do Brasil e da Supercopa do Brasil Sub-20 na temporada passada pelo Vasco, Diogo Siston pediu demissão na última terça-feira. Segundo o treinador, a saída se deu por motivos pessoais. Em nota enviada à reportagem do ge, o clube de São Januário afirmou que Siston pediu o desligamento devido a um convite do Corinthians, cujo diretor da base é o ex-vascaíno Carlos Brazil.

De acordo com o Vasco, Siston recebeu convite de Carlos Brazil na segunda-feira, um dia após o Corinthians ter sido goleado por 4 a 0 pelo Atlético-MG, em casa.

“O Vasco da Gama recebeu o pedido de demissão do treinador da categoria Sub-20 do futebol de base, Diogo Siston, na manhã da última terça-feira (06). O profissional justificou sua saída, no ato do comunicado ao novo Gerente Geral do Futebol de Base, Rodrigo Dias, dizendo que estaria apostando em um novo desafio profissional, no Corinthians”, diz trecho da nota enviada pelo Vasco.

Porém, mesmo após o resultado negativo diante do Galo, o clube paulista optou pela permanência do treinador Tarcísio Pugliese à frente do sub-20.

O fato de Siston ter pedido demissão na terça-feira, inclusive solicitando para não treinar o time à véspera do duelo com o Bangu, pelo Campeonato Carioca, incomodou bastante a direção do Vasco.

“O Vasco da Gama segue no processo de reformulação de suas categorias de base, iniciado a partir da chegada do Rodrigo Dias. O Clube reafirma seu compromisso na formação de excelência de seus atletas e para tanto requer de seus profissionais o comprometimento exigido com um projeto estratégico de longo prazo”, é citado em outro trecho da nota.

De acordo com apuração do ge, figuras importantes que estão no centro das decisões do futebol vascaíno tentaram demover Siston da ideia de se transferir para o Corinthians em função de ele nunca ter jogado ou assumido qualquer outro cargo no clube do Parque São Jorge.

Como a decisão do treinador era irreversível segundo o Vasco, a direção vascaína escolheu Alexandre Gomes para substituir Siston interinamente no treino de terça e na partida desta quarta. O Vasco venceu por 2 a 0 o Alvirrubro.

Siston fala sobre o jodo do Vasco — Foto: Reprodução

Confira a nota do Vasco enviada à reportagem do ge:

“O Vasco da Gama recebeu o pedido de demissão do treinador da categoria Sub-20 do futebol de base, Diogo Siston, na manhã da última terça-feira (06). O profissional justificou sua saída, no ato do comunicado ao novo Gerente Geral do Futebol de Base, Rodrigo Dias, dizendo que estaria apostando em um novo desafio profissional, no Corinthians.

O Vasco prontamente indicou o auxiliar técnico do Sub-20, Alexandre Gomes, para assumir de forma interina a categoria, que já dirigiu na manhã desta quarta-feira (07) na vitória contra o Bangu pela Taça Guanabara.

O Vasco da Gama segue no processo de reformulação de suas categorias de base, iniciado a partir da chegada do Rodrigo Dias. O Clube reafirma seu compromisso na formação de excelência de seus atletas e para tanto requer de seus profissionais o comprometimento exigido com um projeto estratégico de longo prazo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: