Valor da dívida de brasileiros está mais alto, mas inadimplência recua em maio

Os brasileiros estão pagando mais as suas contas, mas o valor de suas dívidas é o maior dos últimos doze meses, ficando, em média, R$ 3.937,38 por pessoa em maio — o que representa uma alta de 1,3% ante o mês anterior.

Ao todo, são 65,5 milhões de inadimplentes no Brasil, um pouco a menos do que o pico verificado em abril do ano passado, no início da pandemia, quando o número era 65,91 milhões. “Após isso, algumas ações podem ter auxiliado na queda da inadimplência”, diz Nathalia Dirani, gerente da Serasa. 

Há pouca diferença entre os gêneros quando o assunto é dever dinheiro — mulheres estão um pouco a frente dos homens, representando 50,1% dos devedores, enquanto homens representam 49,9%. Pessoas com idades entre 26 e 40 anos também são os que mais devem (35,8%). A faixa etária com menos inadimplentes é a de mais de 60 anos (16,9%).  

As mulheres também são a maioria nas renegociações de dívidas, representando 53% do total, enquanto 47% dos homens renegociam. São Paulo também é o estado com o maior número de renegociações, seguido por Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e Bahia. O valor médio dos acordos é de R$ 377,00. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: