Turismo é aposta de Petrópolis para alavancar a economia no segundo semestre do ano

Um dos carros-chefe de Petrópolis é o turismo. A cidade tem opções de lazer que vão desde a arquitetura histórica, passando pelo ecoturismo e eclode na gastronomia.  A cidade tem 117 meios de hospedagem, com 6.355 leitos. No Centro Histórico estão concentrados os principais atrativos turísticos: Museu Imperial, Casa de Santos Dumont e Catedral de São Pedro de Alcântara. E essa é a aposta das cidades do interior do estado do Rio de Janeiro para a retomada econômica no pós-covid.  

“A expectativa é de que a demanda reprimida do turismo – principalmente o interno – vá explodir no segundo semestre. Com certeza o segmento, em Petrópolis, vai impulsionar outros setores como comércio e prestadores de serviço. O mercado de eventos também é um segmento que pode trazer uma movimentação ainda maior de visitantes em festas públicas e também as particulares como casamentos e formaturas.  Todos estes setores estão interligados, interdependem e podem atuar em conjunto para uma retomada ainda mais expressiva”, diz Fabiano Barros, presidente do Petrópolis Convention e Visitors Bureau.

 Na última quinta-feira (15) a renovação do decreto que impõe medidas e protocolos para o enfrentamento a covid-19 no município alterou a limitação das ocupações totais dos hotéis e pousadas. Passou de 50% para 70%, e determina que a utilização das áreas de lazer, piscina e parques é facultativa aos empreendimentos, mas ressalta que é vedada a aglomerações nesses locais.

Petrópolis: restaurantes, hotéis, palácios, passeios e mais | Viagem e  Turismo

O Ministério do Turismo criou um programa de incentivo ao turismo em âmbito nacional, denominado “A retomada do Turismo”.  A iniciativa instituiu a partir de um ato normativo, os eixos de atuação para o desenvolvimento de programas, projetos e ações e foram elencados alguns parâmetros que devem ser seguidos:

considerar os protocolos de biossegurança para os prestadores de serviços turísticos, turistas e comunidades receptoras;
incentivar a conduta responsável de cada indivíduo, como prevenção à disseminação da Covid-19;
incentivar as viagens pelo Brasil, em especial as viagens a lazer, de forma responsável e segura;
definir medidas para a retomada do turismo de negócios e eventos, como feiras e congressos e convenções; e
adotar medidas para melhor distribuição de turistas pelo país, priorizando o turismo em áreas naturais.
 

Petrópolis é um dos destinos do Estado mais procurados durante todo o ano, mas em especial no inverno. A alta temporada na serra amargou resultados negativos em 2020, mas com o avanço da vacinação, vê o setor se aquecer novamente. No último fim de semana a rede hoteleira registrou, entre os dias 09 e 11 de julho, taxa média de ocupação de 86,37% no centro e arredores e média de ocupação de 83,46% do segundo ao quinto distritos (Corrêas, Nogueira, Itaipava,  Araras, Pedro do Rio e Posse). E cidade cheia é sinônimo de movimento intenso no comércio, pólos de moda e restaurantes.

“O turismo está diretamente ligado ao faturamento do comércio aqui na cidade. Temos muitos atrativos e como vocação o turismo. Mais pessoas circulando, mais os estabelecimentos têm a oportunidade de fechar vendas. É uma das molas propulsoras da economia e uma das apostas para a retomada dos setores de bens e serviços, depois de um ano com perdas de vagas de emprego e até fechamento de empreendimentos. Com a vacinação avançando, a tendência é uma volta a gradual a normalidade, e o turismo é uma das armas que teremos para criar mais empregos na cidade”, reforça Marcelo Fiorini, presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Petrópolis (Sicomércio Petrópolis).

Petrópolis é um dos três destinos selecionados no Rio de Janeiro que compõem a lista do Ministério do Turismo como destinos tendência para 2021. A pesquisa foi realizada tomando como base os principais sites de pesquisa do setor, além de publicações e dos destinos que se alinham à demanda do novo turista. “O turismo doméstico tem um enorme potencial que merece ser conhecido pelos brasileiros”, diz a publicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: