Tumba intocada de 4,4 mil anos é descoberta no Egito

A descoberta está sendo descrita como um fato único nas últimas décadas. — Foto: Reprodução/BBC

Uma tumba de 4,4 mil anos acaba de ser descoberta no Egito.

É o local do descanso final de um alto sacerdote.

A tumba foi achada em uma pirâmide no complexo de Saqqara, próximo da capital, Cairo.

Estava preservada e nunca foi saqueada.

“Ao fazer escavações, deixamos uma última camada de detritos”, disse Mostafa Wazari, secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades do país.

“Quando a retiramos, há dois dias, encontramos cinco novas passagens que estavam fechadas.”

As paredes estão decoradas com estátuas coloridas e escritos dos faraós.

A descoberta está sendo descrita como um fato único nas últimas décadas.

Autoridades dizem que mais tesouros ainda podem ser achados no local.

Estátuas de socorro são vistas no túmulo recentemente descoberto da Purificação Real do Sacerdote durante o reinado do Rei Nefer Ir-Ka-Re, chamado "Wahtye", no local da pirâmide de degraus de Saqqara, em Gizé, Egito, no sábado, dez. 15, 2018. A Missão Arqueológica Egípcia que trabalha na Necrópole de Animais Sagrados no sítio arqueológico de Saqqara conseguiu descobrir a tumba, anunciou o Ministro de Antiguidades Khaled el-Anani (AP Photo / Amr Nabil) — Foto: AP Photo/Amr Nabil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito