‘Trem de satélites’ da SpaceX cruza céu de Brasília

O “trem de satélites” da empresa Space X voltou a ser visto no céu de Brasília na noite desta quarta-feira (assista vídeo acima). Os equipamentos fazem parte de um projeto chamado “Starlink”, lançado pelo dono da montadora de carros elétricos Tesla, Elon Musk.

A passagem durou quatro minutos e foi registrada às 18h45 por um morador da capital, o astrofotógrafo Léo Caldas. Em agosto do ano passado, também houve registros da passagem pela capital federal. Moradores das cidades de Juiz de Fora e Belo Horizonte, em Minas Gerais, e no litoral de São Paulo também relataram o fenômeno.

Os equipamentos foram lançados por foguetes Falcon9 no último dia 9 de maio e, por estarem juntos e enfileirados no céu, ganharam o nome de “trens de satélite”.

'Trem de satélites' da SpaceX cruzam céu de Brasília — Foto: Leo Caldas/Arquivo pessoal

Segundo o professor de física e astronomia da Universidade de Brasília (UnB) Paulo Brito, o projeto da SpaceX visa oferecer internet de banda larga para pontos remotos do planeta.

“São vários conjuntos de 60 satélites. Eles são independentes, ficam rodopiando no planeta e passam diversas vezes por nós. Quando coincidem de passar por Brasília no início da noite ou fim da madrugada, a gente consegue ver.”

Ainda de acordo com o astrônomo, o projeto é ambicioso e pretende lançar até 42 mil satélites no espaço. “Com isso, é possível que, daqui a alguns anos, tenhamos sinal de internet no meio da Amazônia e em pleno Oceano Atlântico”, explicou Brito.

Luzes no céu

Par o registro, o astrofotógrafo brasiliense Léo Caldas usou uma lente de 35 milímetros e com capacidade para captar bastante luz. Como a passagem durou quatro minutos, Caldas acelerou o vídeo em quatro vezes, reduzindo a duração da gravação.

Após postar o vídeo nas redes sociais, internautas contaram reações ao avistarem o fenômeno. Em um dos comentários, um homem contou ter visto as luzes no céu e achado que eram drones.

“Minha filha me chamou no quintal perguntando se estrela se movia e me mostrou a fila de ‘estrelas’ atravessando o céu. Sensacional! Não sabia o que era, achei que fossem drones”, escreveu.

Lua cheia no céu de Brasília, nesta quarta-feira (30); em imagem de arquivo — Foto: Leo Caldas/Arquivo pessoal

Outros fenômenos

Em 2021, quem mantiver os olhos voltados para o alto, ainda poderá observar “surpresas” vistas do Planalto Central.

O calendário astronômico permanece repleto de fenômenos memoráveis. A previsão é de eclipses e até chuvas de meteoros que poderão ser vistos de Brasília nos próximos meses. Confira:

  • 26 de maio: Eclipse penumbral lunar
  • 26 de maio: lua cheia das “flores”;
  • 27 de julho: chuva de meteoros Aquarídeos delta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: