fbpx

Titular do Vasco no início da Série B, Galarza vai para o final da fila com Fernando Diniz

No Vasco desde 16 de outubro de 2020, quando chegou para integrar as divisões de base, Matías Galarza viveu um ano muito intenso. Chegou a ser titular incontestável, o anúncio de sua compra em definitivo foi feito com pompas, porém o momento atual mostra que está no final da fila com o técnico Fernando Diniz. Dois fatores são preponderantes para tal status: o paraguaio não vem agradando nos treinamentos e outros jogadores da posição cresceram com o treinador.

Curiosamente o último jogo em que Galarza iniciou na Série B 2021 foi justamente contra o Guarani, que terminou em goleada vascaína (4 a 1) e marcou a estreia de Lisca. O Bugre é o próximo adversário do Vasco na competição, quinta-feira, às 19h, em Campinas. Depois disso, ganhou poucos minutos com o treinador gaúcho em outras seis partidas.

Galarza não entra em campo pelo Vasco desde 6 de setembro — Foto: Heber Gomes/AGIF

Colocado por Lisca aos 27 minutos do segundo tempo da derrota por 3 a 1 para o Avaí, que culminou na saída do treinador, Galarza ficou no banco nas sete primeiras partidas de Fernando Diniz, mas não entrou em nenhuma delas. Na última sexta-feira, porém, nem relacionado foi e postou:

– Os tempos difíceis te dirão quem são sua família, seus amigos, e quais são os verdadeiros amores.https://www.instagram.com/p/CVn11H-vwVN/embed/captioned/?cr=1&v=12

Na postagem, Galarza recebeu mensagens carinhosas de MT, Léo Jabá e Miranda. O jogador não atua desde 6 de setembro, quando entrou no segundo tempo do duelo com o Avaí.

Hoje Galarza está no final da fila com Diniz. Na última sexta-feira, por exemplo, o treinador levou dois volantes para o banco (Romulo e Caio Lopes). Quando Bruno Gomes se machucou, optou pelo atacante João Pedro. Outro prata da casa que passou na frente do paraguaio foi Laranjeira, que também esteve entre os relacionados.

Apesar de estar em baixa, Galarza viveu momentos de destaque antes de fazer seu último jogo como titular na Série B, ainda com Lisca. 

Anúncio cheio de pompas e oscilação

Exaltado pela torcida e titular com Marcelo Cabo durante a campanha do Carioca, Galarza, que estava emprestado pelo Olimpia, foi comprado em definitivo no dia 20 de maio. O anúncio do fechamento da negociação, que custou US$ 500 mil ao Vasco, foi feito com pompas.

Além de um vídeo personalizado, que foi encerrado com a frase “o sonho agora é realidade” escrita em espanhol, o paraguaio teve a confirmação de sua contratação feita pelo presidente Jorge Salgado, dirigente avesso a entrevistas.https://www.youtube.com/embed/9Jr85j9k994?origin=http://ge.globo.com

– Acho extremamente importante para nossa torcida. Acho que a gente acertou em cheio. Já estávamos recebendo muitas perguntas sobre um jogador que acabava de subir da base, e eu quero dizer a vocês, vascaínos e vascaínas, que chegou esse momento. No início da semana, o Alexandre Pássaro chegou a um entendimento sobre o Matías Galarza. Anuncio a vocês com a maior satisfação possível que o Matías já é nosso jogador. Efetuamos o pagamento e a partir de agora 60% do passe pertence ao Vasco – afirmou Salgado.

Na semana posterior ao anúncio, feito em 20 de maio, Galarza caiu bastante de produção e acabou barrado. Ainda com Marcelo Cabo, recuperou o posto de titular e iniciou todas as partidas entre a sétima e a 13ª rodada.

Com Lisca, começou recebendo elogios, foi titular nos dois primeiros jogos do treinador gaúcho (goleada sobre o Guarani e derrota para o São Paulo na Copa do Brasil), porém depois só atuou na condição de reserva.

Com Bruno Gomes e Andrey em alta com Fernando Diniz, Marquinhos Gabriel jogando como segundo volante, além de Caio Lopes e Romulo em sua frente na fila do treinador, Galarza terá de suar muito a camisa para voltar a ter oportunidades em 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: