fbpx

Teresópolis conclui distribuição de cestas de alimentos do programa ‘Agro Fraterno’ a trabalhadores rurais em vulnerabilidade social

Iniciada no dia 6 de agosto, foi concluída nesta quarta-feira, 11/08, a entrega de 170 cestas de alimentos do programa Agro Fraterno, do Sistema CNA/SENAR, a famílias de trabalhadores rurais em situação de vulnerabilidade social inscritas no Cadastro Único do município. A distribuição foi realizada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, por meio das equipes do CRAS Alto e do seu posto volante em Bonsucesso.

O secretário de Desenvolvimento Social participou das duas entregas. “Colaboramos com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural para que os beneficiados tivessem o perfil do programa Agro Fraterno. Em situação de vulnerabilidade social, as 170 famílias rurais contempladas são inscritas no CadÚnico e receberam cestas com 17 de quilos de alimentos”, explicou Valdeck Amaral, acrescentando que a indicação dos contemplados foi feita pelo Centro de Referência de Assistência Social do Alto, cuja área de abrangência cobre a zona rural.

No dia 6 de agosto, a equipe volante do CRAS Alto em Bonsucesso distribuiu 95 cestas a famílias de trabalhadores rurais residentes em Bonsucesso, Calado, Campanha, Estrelinha, Frades, Lúcios, Mottas, Santa Rosa, São Bento e Vieira, no 3º Distrito. Nesta quarta, 11/08, a entrega foi feita na sede do CRAS Alto, na Várzea, beneficiando famílias do 2º Distrito e também da região de Vargem Grande e Sebastiana, no 3º Distrito. O presidente do Sindicato Rural de Teresópolis, Rodrigo Rosa de Medeiros, também acompanhou a distribuição.

“Esse programa é uma grande corrente solidária e em Teresópolis garantiu quase 3 toneladas de alimentos para famílias rurais mais necessitadas, atingidas pela crise socioeconômica gerada por conta da pandemia. A gestão está atenta para que a ajuda sempre chegue a quem mais precisa, essa é a nossa orientação para a Secretaria de Desenvolvimento Social”, comentou o Prefeito Vinicius Claussen.

O Agro Fraterno é um movimento liderado pelo Sistema CNA/SENAR, a Organização das Cooperativas Brasileiras e as entidades do Instituto Pensar Agro, com articulação dos ministérios da Agricultura e da Cidadania.  A iniciativa foi criada para levar alimentos às famílias carentes em todo o país afetadas pela pandemia, por meio de distribuição de cestas. O programa é voltado para a participação voluntária de produtores, empresas e entidades ligadas ao setor. As doações são livres e podem ser feitas com cestas de alimentos ou com recursos, de acordo com a opção dos doadores. O material arrecadado é distribuído de acordo com a demanda de cada município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: