STJD arquiva inquérito do caso de injúria racial contra o jogador Gérson

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva decide pelo arquivamento do inquérito do caso de injúria racial contra o jogador Gérson, do Flamengo. O caso aconteceu durante uma partida do Campeonato Brasileiro contra o Bahia, quando o jogador Ramirez, do clube baiano, teria dito a frase “Cala a boca, negro”.

Segundo o tribunal, todas as pessoas ouvidas, entre elas, o árbitro, assistentes, delegado da partida e o então técnico do Bahia, Mano Menezes, afirmaram não ouvir Ramirez dizer a frase. As testemunhas de Gérson também disseram que não ouviram. Ramirez nega que tenha dito.

O relatório foi enviado a Procuradoria e aos clubes, nesta última quinta-feira (11).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: