fbpx

Soranz diz que estoque de vacina contra covid-19 para a capital acaba hoje

O município do Rio de Janeiro está em seu último dia de capacidade de manter os estoques de vacina para continuar oferecendo a primeira dose da campanha contra a covid-19. A falta de imunizantes acontece em função da demora do Ministério da Saúde em enviar novas remessas e ainda não há uma confirmação oficial para a entrega do próximo lote. De acordo com o secretário municipal da Saúde, Daniel Soranz, há uma previsão de chegada até o final do dia.

“Está todo mundo na expectativa do Ministério da Saúde enviar as doses. Ele já tem 11,9 milhões de doses recebidas em seu estoque e a gente está esperando o envio para hoje. É muito importante que a pasta acelere a distribuição para que a gente não precise interromper o calendário no Rio de Janeiro”, afirmou Soranz durante entrevista ao programa Bom Dia Rio, da TV Globo.

Com o avanço no calendário, o município do Rio tem vacinado em sua capacidade máxima, distribuindo cerca de 73 mil doses por dia, segundo Soranz. O secretário também confirmou que os estoques da prefeitura garantem até o final de semana a vacinação com a segunda dose.

“A segunda dose está garantida. A gente está abastecido de estoques até o final da semana. Esperamos que as pessoas venham tomar a segunda dose porque ela garante uma imunização completa”, afirmou.

O município do Rio conta com cerca de 80 mil pessoas que estão com a sua segunda injeção atrasada. A busca ativa não está sendo realizada neste momento em função da Secretaria Municipal de Saúde estar priorizando os esforços para a imunização dos jovens. O balanço estadual é que 180 mil cariocas ainda não tenham completado o esquema vacinal da forma correta.

Soranz esteve presente no Theatro Municipal na manhã desta terça-feira e vacinou Joyce Rodrigues, de 25 anos. Ela comemorou o momento e confirmou que essa memória ela irá carregar ao longo de sua vida. “É uma coisa que eu já vinha esperando há algum tempo e deu tudo certo, graças a Deus. É muito emocionante porque foi uma espera que chegou, eu tenho 25 anos e não tinha previsão de quando, provavelmente era para dezembro, e estamos ai aguardando a segunda dose”, disse.

O assessor executivo Douglas Curvelo, de 25 anos, elogiou o atendimento no ponto de vacinação e disse que todo o processo foi rápido e tranquilo. Mais aliviado, ele falou sobre o momento: “estou bastante contente porque não deixa de ser um alívio para a nossa proteção e também não deixa de proteger os outros. Agora eu estou confiante e na expectativa de tomar a segunda dose o mais breve possível”, disse.

Estado com previsão de receber doses nesta semana

O governo estadual informou que está mantendo de plantão suas equipes de logística para distribuir vacinas na medida em que elas são entregues pelo Ministério da Saúde. O secretário estadual da Saúde, Alexandre Chieppe, informou que uma remessa foi prometida para esta semana, mas não especificaram quando nem quantas doses virão.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) tem a capacidade de distribuir as vacinas em 24h, segundo informou o secretário. “Nós vamos manter a equipe de plantão exatamente para, uma vez chegando, poder distribuir o mais rápido possível”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: