Soranz diz que atraso máximo na aplicação da 2ª dose de CoronaVac será de 10 dias

O secretário municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz, informou que o atraso máximo na aplicação da segunda dose da vacina CoronaVac será de 10 dias e ressaltou que o atraso não irá comprometer a imunização de quem já foi vacinado. “A gente chegou a ter 320 mil doses reservadas, mas a queda da produção do Butantan foi muito intensa. Não era possível continuar o calendário. A gente vai ter um atraso máximo de 10 dias para algumas pessoas, e para a maioria das pessoas será de apenas 5 dias”, informou em entrevista ao Bom Dia Rio, da TV Globo.

Soranz também lamentou o atraso no calendário e informou que a mudança foi necessária por conta de um problema no planejamento do Ministério da Saúde.

“Assim que a gente receber as vacinas do Instituto Butantan, a gente, de novo, acelera e aplica as vacinas da segunda dose. Quem já tomou a primeira dose, esse atraso de poucos dias não vai atrapalhar em nada nessa imunização. A gente lamenta ter acontecido, isso aconteceu na grande maioria das capitais por um problema de planejamento do Ministério da Saúde e um problema de produção do Instituto Butantan”.

A Prefeitura do Rio divulgou, no domingo (2), um novo calendário para a aplicação da segunda dose da CoronaVac. A imunização será em datas espaçadas. Nesta segunda-feira (3) é a vez de idosos com 70 anos ou mais de idade. A prefeitura reforçou, ainda, que a segunda dose da CoronaVac “só será aplicada no período da manhã”.

A partir desta segunda-feira, idosos acamados ou com mais de 70 anos, que ainda não tenham tomado a segunda dose da CoronaVac, já poderão recebê-la. Na terça (04/05), é a vez dos idosos com 67 anos ou mais. No sábado (08/05), idosos com 66 anos receberão a segunda aplicação do imunizante. Na quinta-feira seguinte (13/05), idosos com 64 e 65 anos receberão a segunda dose da CoronaVac; enquanto aqueles com 61, 62 e 63 anos terão a vacinação completa na segunda-feira, (17/05).

As demais pessoas que foram vacinadas com a primeira dose da CoronaVac entre 5 e 9 de abril devem comparecer aos postos 10 dias após a data marcada para a 2ª dose em seus comprovantes. Já quem recebeu a primeira aplicação entre 10 e 17 de abril deve comparecer aos postos no dia 17 de maio.

Para quem tomou a primeira dose da CoronaVac após 17 de abril não haverá adiamento na aplicação da segunda dose.

O secretário também ressaltou que é necessário manter os cuidados, mesmo para quem já está vacinado. “Até finalizar todo o processo de vacinação, 14 dias após a segunda dose, você deve usar máscara, se proteger, porque você não está imune ainda a covid-19. Então essas pessoas que vão ter um atraso de 5 dias, e esse grupo de 10 dias, vão estar 10 dias a mais suscetíveis a doença, mas isso não atrapalha o processo de imunização”. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: