Smac de Volta Redonda anuncia retorno dos Grupos de Convivência

Uma reunião realizada nessa semana na Secretaria Municipal de Ação 
Comunitária (Smac) devolveu aos idosos de Volta Redonda a esperança. 
Durante o encontro foi anunciado à volta dos 62 grupos de convivência 
que estavam sem se reunir desde o ano passado, devido à pandemia.

Um novo encontro está marcado para a segunda quinzena de julho para 
definir as atividades que serão realizadas durante o retorno no mês de 
agosto, quando os idosos já estiverem totalmente imunizados contra a 
Covid-19. A volta dos grupos só será possível graças à imunização e a 
abertura dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) que 
estão passando por reformas.

Destinado a pessoas a partir dos 60 anos, os Grupos de Convivência 
melhoram o relacionamento inter e intra-pessoal, aumenta a qualidade 
de vida e permitindo a autonomia dos idosos. Para acompanhar as ações 
realizadas os grupos contam com o apoio de uma equipe técnica composta 
com facilitadores, assistente social, psicólogas, além de um 
coordenador.

Acompanhado pelo Cras ? que é a porta de entrada da assistência ? 
através das ações técnicas e de orientação social, os Grupos de 
Convivência contam com oficinas de inclusão produtivas, que tem como 
finalidade gerar renda aos participantes, além das oficinas de 
serviços como violão, teatro e inclusão digital. Durante os encontros 
são discutindo os direitos, deveres, as ações de empoderamento, além 
de trabalhar a autonomia física, emocional, questões sociais de 
respeito à família, entre outros assuntos ligados a Terceira Idade.

O secretário municipal de Ação Comunitária, Munir Francisco, ressalta 
que até agosto a secretaria e os grupos irão estruturar a volta das 
atividades nos bairros.

?É uma emoção muito grande saber que vamos retornar os trabalhos dos 
grupos. Estamos trabalhando muito para estruturar novamente a 
assistência social na cidade. Há quatro anos Volta Redonda tinha 35 
CRAS funcionando, quatro Centros de Inclusão Produtiva, duas cozinhas 
comunitárias, três Centros Dia, o abrigo Seu Nadim, Centro POP e 
vários outros equipamentos. Mesmo com toda a dificuldade financeira 
que o poder público está enfrentando estamos retomando cada um deles?, 
disse Munir.

A dona Erinete da Silva, coordenadora do grupo de Convivência 
Renascer, do bairro Santa Cruz, comemorou o retorno das atividades. 
?Com a volta desses grupos volta também à felicidade dos idosos. 
Estamos em casa sem saber o que fazer. Frequentemente as pessoas do 
meu grupo me abordam e me perguntam quando vamos voltar a realizar 
atividades. Agora tenho a resposta?, disse a coordenadora.

Santa Rita do Zarur vai ganhar espaço reformado

Os moradores do Santa Rita do Zarur vão ganhar, em breve, um espaço 
reformado para abrigar as reuniões do Grupo de Convivência. Em visita 
ao bairro, o secretário Munir Francisco e o vereador Edson Quinto 
fizeram uma vistoria no espaço que está fechado há quatro anos.

?A reforma desse espaço será muito importante para a nossa comunidade. 
É um lugar onde acontecia uma série de ações. As pessoas, dentro dessa 
pandemia, estão muito ansiosas para fazer atividades. Como os idosos 
já estão sendo vacinados contra a Covid-19 será um passo importante 
para o nosso bairro?, disse o vereador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: