Setor privado puxa alta na criação de emprego na área da saúde

O total de pessoas empregadas com carteira assinada na cadeia da saúde cresceu pelo 9º mês consecutivo em março, impulsionado pelas vagas abertas pelo setor privado.

Em março, o número de pessoas empregadas na cadeia produtiva do segmento foi de 4,5 milhões, considerando setor público e privado e empregos diretos e indiretos. O número representa um crescimento de 3,3% em relação a dezembro do ano passado.

Segundo José Cechin, superintendente executivo do IESS (Instituto de Estudos de Saúde Suplementar), 3,5 milhões dessas vagas são veiculadas ao setor privado com carteira assinada, o que equivale a 78% do total.

“Para se ter uma ideia, só no mês de março, o segmento privado teve saldo positivo de 46,5 mil vagas, enquanto o público registrou queda de 7,3 mil vagas“, cita o executivo.

Esse montante é resultado do crescimento de 3,3% em relação a dezembro de 2020. Na mesma comparação trimestral, o mercado de trabalho do país registrou alta de 3,2%. Isso porque a economia voltou a mostrar sinais de melhora com desempenho positivo nos 3 meses da comparação.

O dado consta no Relatório de Emprego na Cadeia Produtiva da Saúde, divulgado pelo IESS. Eis a íntegra (228 KB).

O relatório mostra que a região Sudeste tem a maior quantidade de empregos em saúde (2,2 milhões no total), entre público e privado.

Já as regiões onde a saúde mais cresceu foram Nordeste e Norte, ambas com taxas de 4,5% em 3 meses. Nessas duas regiões, o crescimento também foi alavancado pelo setor privado, sendo que no Nordeste, a alta dos empregos privados foi 7,0%, contra 4,3% na média do Brasil.

O documento mostra a tendência de queda do emprego público em saúde puxada pelas vagas federais. Enquanto o resultado total da saúde estadual registrou crescimento de 0,2% e o municipal cresceu 0,6% em relação a dezembro de 2020, a esfera federal teve queda de 2,4% no mesmo período.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: