Serviços e Indústria são os setores que mais geraram empregos em Nova Friburgo em 2024, aponta Firjan

De acordo com a plataforma Retratos Regionais, os dois setores foram responsáveis por 75% das novas contratações, nos meses de janeiro e fevereiro

Análise feita pela Firjan, a partir da plataforma Retratos Regionais, mostra que Nova Friburgo acumula nos dois primeiros meses do ano, 506 novos postos de trabalho. Deste número, os setores de Serviços (+192) e Indústria (+185) foram responsáveis por cerca de 75% das novas contratações. Já no mês de fevereiro,  o município gerou 164 novas vagas, também com destaque para Serviços (+120) e Indústria (+31).

Os dados agregados de todos os setores econômicos (indústria, comércio, serviços e agropecuária) apontam ainda que a região Centro-Norte Fluminense gerou 354 novos empregos no mês de fevereiro, com a maioria das contratações feitas pelos setores de Serviços (+140), Indústria (+98) e Comércio (+58). 

“Temos feito um trabalho de unir todas as forças em prol do desenvolvimento econômico e regional. Os números positivos da indústria também são frutos do nosso empenho na busca pela melhoria do ambiente de negócios, a qualificação da mão de obra especializada e a busca por soluções tecnológicas, criativas e sustentáveis têm trazido bons resultados para o desenvolvimento econômico”, aponta Márcia Carestiato Sancho, presidente da Firjan Centro-Norte Fluminense. 

Indústria é destaque na geração de empregos no Estado

O setor industrial fluminense – contemplando as indústrias de Transformação, Extrativa, Construção e Serviços Industriais de Utilidade Pública – gerou 5.924 postos de trabalho com carteira assinada em fevereiro deste ano, mais do que o dobro do registrado em fevereiro de 2023 (+2.361). A análise é da Firjan, a partir dos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

A Construção (+3.237) segue se destacando, seguida pelos segmentos de Manutenção, Reparação e Instalação de Máquinas e Equipamentos (+629), Fabricação de Produtos Derivados do Petróleo e de Biocombustíveis (+315) e Fabricação de Produtos de Borracha e de Material Plástico (+250).

Considerando todos os setores econômicos, o estado do Rio de Janeiro criou 17.672 empregos com carteira assinada em fevereiro de 2024. O setor de Serviços teve saldo de 13.911 postos de trabalho, com destaque para a Educação por conta do movimento de volta às aulas. Em seguida, aparecem Atividades de Atenção À Saúde Humana (+2.158) e Administração Pública, Defesa e Seguridade Social (+1.860). Por outro lado, Agropecuária (-118) e Comércio (-2.045) tiveram redução de vagas no mês, em linha com o movimento sazonal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *