fbpx

Sérgio Reis responderá a inquérito por pelo menos três crimes

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) confirmou que o ex-deputado Sérgio Reis (Republicanos-SP) responderá a inquérito policial após a divulgação de um video no qual ele convoca caminhoneiros para uma paralisação. De acordo com o delegado Leonardo de Castro, da delegacia de Combate à Corrupção (Decor), o cantor sertanejo será investigado pela prática de, pelo menos, três crimes.

“O objetivo é investigar suposta associação criminosa voltada para a prática de alguns crimes, da qual ele seria integrante”, explica o policial. “Ele será investigado pelos crimes de ameaça (art. 147 do CP),  dano (art. 163 do CP) e atentado contra a segurança de meio de transporte (art. 262 do CP).”

Ainda de acordo com a polícia, o ex-parlamentar será convocado para prestar depoimento, porém ainda sem data marcada.

Em video divulgado nas redes no sábado (14), o ex-deputado convocou os caminhoneiros para uma paralisação pró-Bolsonaro com duração de 72 horas.

“O Brasil inteiro vai estar parado. Ninguém trafega, ninguém sai. Ônibus volta para trás com passageiros. Só vai passar polícia federal, ambulância, bombeiro e cargas perecíveis. Fora isso, ninguém anda no Brasil”, ameaçou o cantor.

Deprimido

Sérgio Reis caiu no choro e  defendeu Jair Bolsonaro em entrevista ao influenciador bolsonarista Oswaldo Eustáquio neste domingo (15). O ex-deputado disse que nunca quis agredir ninguém e nem deseja fazer isso agora.

Em conversa com a jornalista Mônica Bérgamo, da Folha de SP, a esposa do cantor disse que ele está deprimido com toda a repercussão negativa do caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: