Segundo espaço de Economia Solidária inaugurado no Guarus Plaza Shopping, em Macaé

Mais um espaço de Economia Solidária foi inaugurado, desta vez localizado no Guarus Plaza Shopping, que se soma ao que já existe no Shopping Boulevard. No local, 80 artesãos de Campos e região vão expor seus produtos, tais como bolsas, chaveiros, crochês, laços, toalhas, peças em barro, culinária, entre outros, serão alguns dos inúmeros produtos que serão comercializados, variando de R$ 5,00 a R$ 280,00. O espaço visa fomentar a economia na cidade, promover e valorizar os trabalhos artesanais. A economia solidária é uma alternativa inovadora de geração de trabalho e renda, que fortalece a inclusão social. O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Marcelo Mérida, ressaltou a importância dessa interação. 
“A Economia Solidária se insere dentro processo do comércio tradicional, e essa é a segunda loja que estamos inaugurando. E outras virão, porque precisamos tornar isso mais dinâmico para que a gente possa dar sustentabilidade às pessoas que vivem da economia solidária, do artesanato, manufaturados artesanais e outros”, disse Mérida.
Outros pontos serão contemplados, de acordo com Mérida. “Estamos falando sobre o Centro da cidade, além da Pelinca, Goitacazes e muitos outros. Nos próximos meses outras lojas virão para dar mais sustentabilidade a essa economia”, destacou.
O secretário da Casa Civil, Suledil Bernardino, afirma que mais uma loja é motivo de celebração. “Mais um espaço é motivo de júbilo. Estamos aqui celebrando essa iniciativa da Prefeitura com a economia solidária, dizer que existe um nicho de mercado para todos. Há um ditado que diz: O sol nasceu para todos. E cabe ao poder público intermediar para que todos os segmentos tenham condições de desenvolver, prosperar, gerar renda, gerar emprego e essa iniciativa é um momento de muita comemoração”, disse o secretário.


O diretor de Economia Solidária da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Sandro Figueiredo, ressaltou a importância da valorização dos artesãos locais. “Os artesãos vão expor seus trabalhos, eles precisam ser valorizados e muitos por conta da pandemia estavam abandonados. Temos como objetivo projetá-los, mostrar que o artesanato da cidade tem um grande potencial e, assim, tornar Campos a capital estadual de artesanato”, disse.
A artesã Solange Chagas demonstrou felicidade e agradeceu à Prefeitura por valorizar os artesãos do município. “Quero agradecer à prefeitura, aos colegas e mostrar nosso potencial, além disso, temos que valorizar o grupo da rede que com muita luta conseguiu estar aqui hoje. Começamos com o grupo pedindo socorro e estamos aqui mostrando nosso trabalho” destacou.
O superintendente do Shopping Plaza Guarus, Matheus Barreto, fala sobre a parceria público-privada. “Estamos de portas abertas com as ações em parceria diretamente com o município e acredito muito nessa parceria que só tem a crescer”, declarou.
Estiveram presentes à inauguração do espaço, o vereador Diego Dias, o secretário municipal de Segurança Pública, Alonsimar de Oliveira, subsecretário de Desenvolvimento, Concessões e PPPs, Felipe Knust, a subsecretária de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, Rosilani Tavares, o mestre de Políticas Sociais da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF), Fernando Lopes, e a estudante de Engenharia de Produção da UENF, Victória Dalm Piaz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: