Sede da SMPD completa um ano com ações e projetos em Volta Redonda

Secretaria da Pessoa com Deficiência fez um balanço de atividades em benefício de surdos, autistas, cegos e outros deficientes

Neste mês de setembro, quando é lembrado o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência (21/9), a Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPD) de Volta Redonda celebrou um ano de inauguração da sua sede. Funcionando na Rua 17 de Julho, nº 20, bairro Aterrado, o secretário Washington Uchôa fez um balanço dos diversos projetos e ações que beneficiam as pessoas com deficiência (PCD) no município.

De acordo com o titular da SMPD, cerca de 100 autistas e 15 surdos já foram beneficiados com carteirinhas de identificação, que visam facilitar, principalmente, o atendimento em saúde no município. No documento constam o nome, endereço, tipo sanguíneo e deficiência, número do cartão do SUS (Sistema Único de Saúde), entre outras informações.

O benefício no atendimento em saúde também acontece por meio da recuperação e empréstimo de equipamentos como cadeira de rodas, cadeira de banho e cama hospitalar, que já beneficiou cerca de 30 pessoas,

“Recuperamos esses equipamentos que são da prefeitura e emprestamos a quem está precisando e não tem condições naquele momento de adquirir. Quando as pessoas conseguem material próprio, o equipamento retorna à secretaria para ser emprestado a outra pessoa que também precise”, explicou o secretário.

Emprego e Educação

A secretaria da Pessoa com Deficiência de Volta Redonda também auxilia o público PCD na busca pelo ingresso no mercado de trabalho. Por meio de parceria com o Ministério Público do Trabalho, a secretaria já encaminhou mais de 50 currículos de pessoas com deficiência para empresas.

Além disso, a SMPD efetuou a contratação de pessoas com deficiência para atuar na digitalização do arquivo da prefeitura. Eles são responsáveis pelo projeto de modernização do acervo municipal, atuando na digitalização de documentos, promovendo agilidade à administração pública.

“No ano passado, iniciamos a primeira turma para o curso superior de Administração adaptado para pessoas com deficiência, em parceria com o UGB (Centro Universitário Geraldo Di Biase). Além disso, a secretaria abriga uma biblioteca em braile para deficientes visuais. São muitos projetos e ações para facilitar a qualificação e a inserção das pessoas com deficiência no mercado de trabalho”, ressaltou Uchôa.

Central de atendimento

Outro importante projeto implantado pela SMPD foi a criação da Central de Atendimento exclusiva para usuários surdos, que funciona na sede da secretaria. A central já atendeu, de julho até setembro, mais de 140 pessoas.

Por meio dela, é possível, por exemplo, acompanhar consultas médicas através de uma chamada de vídeo por tablet ou celular, já que um profissional estará na sede da pasta realizando a tradução em libras, ajudando na comunicação entre paciente e médico. O agendamento para a utilização da Central de Atendimento para Surdos pelos telefones (24) 99973-2565 ou (24) 99251-2975.

“Trabalhamos desde o início para melhorar o atendimento e, além dessas ações, iniciamos a capacitação com o curso de Libras para o funcionalismo público, para atender às pessoas com deficiência auditiva ou surdas, começando com equipes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS)”, explicou o secretário.

Trânsito

Para os deficientes visuais, a secretaria já implantou ações como a instalação de um dispositivo sonoro no semáforo instalado na travessia em frente à Ilha São João. É o primeiro instalado em Volta Redonda em uma parceria entre a SMPD e a secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana (STMU), com o objetivo de ajudar as pessoas cegas a atravessarem a pista. Outras vias serão beneficiadas com o dispositivo.

“Também fizemos ações de conscientização de respeito às vagas exclusivas para idosos e deficientes, participamos da instalação de placas de estacionamentos e sinalização para vagas especiais para autistas, além de fiscalização da acessibilidade nos ônibus”, acrescentou o secretário Washington Uchôa.

Mais projetos

Em julho deste ano, Volta Redonda abrigou a 1ª Mostra de Artes e Cultura Surda, na galeria da Biblioteca Municipal Raul de Leoni, na Vila Santa Cecília. Com entrada franca, os visitantes puderam conferir as obras como pinturas, desenhos e esculturas elaborados por artistas surdos.

E neste mês de setembro, a secretaria da Pessoa com Deficiência celebrou a participação de empresários na compra de produtos produzidos por deficientes. Como forma de incentivar e reconhecer, a SMPD tem entregado certificados de “Empresa Amiga da Inclusão” e dado apoio na divulgação das marcas parceiras.

A empresa que quiser fazer parte da ação e receber o título de “Empresa Amiga da Inclusão” pode entrar em contato pelo telefone (24) 3339-9031 ou através do e-mail ([email protected]).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.