Secretaria Municipal de Meio Ambiente do Rio dá início a projeto de revitalização da Lagoa Rodrigo de Freitas

Revitalização da Lagoa Rodrigo de Freitas inclui reforma dos decks. Foto: Marco Antônio Rezende / Prefeitura do Rio

O secretário municipal de Meio Ambiente, Bernardo Egas, anunciou, nesta última sexta-feira (10/01), o início da revitalização da Lagoa Rodrigo de Freitas. As obras vão começar na próxima semana, pela reforma de sete decks do entorno do espelho d’água. Serão feitas a substituição da madeira apodrecida e a reconstrução de guarda-corpo para proteção dos usuários.

– Fizemos uma vistoria no entorno da Lagoa e nos rios Rainha e Dos Macacos, que desaguam na Lagoa, e ouvimos várias denúncias de moradores sobre vazamentos irregulares na calha desses rios. Na semana que vem, além de começar as obras nos decks, vamos fazer uma rigorosa inspeção ao longo dos rios junto com os técnicos da Rio-Águas para verificar despejos irregulares – informou Bernardo Egas, que participou da vistoria na Lagoa, nesta sexta, junto com técnicos da secretaria e engenheiros da empresa encarregada pela reforma.

A vistoria  marca o início do cronograma da revitalização da Lagoa Rodrigo de Freitas, que será desenvolvida em quatro etapas e que, no final, vai implementar um projeto de despoluição da Lagoa.

Até robôs usados no trabalho

A primeira fase do programa será a consolidação de várias áreas de conservação no entorno num Mosaico da Lagoa, cujo conselho gestor terá a participação dos moradores. A segunda etapa são as obras para a reforma dos decks. E na terceira fase, uma grande força tarefa integrada pela SMAC e pela Rio-Águas, utilizará robôs para inspecionar a rede de drenagem no entorno da Lagoa para flagrar despejos irregulares de esgoto no local.

Na quarta e última etapa, o Lagoa.RIO prevê começar as obras de despoluição das águas com a implantação do projeto concebido pelo engenheiro Paulo Cesar Rosman, professor da COPPE/UFRJ. O plano ampliará a ligação do mar com a Lagoa, por meio de dutos, aproveitando o movimento das marés.

 O secretário de Meio Ambiente, Bernardo Egas, durante vistoria na Lagoa. Foto: Marco Antônio Rezende / Prefeitura do Rio

Para garantir o financiamento desta quarta fase, o secretário Bernardo Egas, participou, em dezembro, da COP 25, conferência das Nações Unidas em Madri, e firmou convênio com o R-20 (Regions of Climate Action), ONG fundada em 2011 por Arnold Schwarzenegger, em parceria com outras instituições, como ONU, empresas de tecnologias limpas e centros acadêmicos, cujo objetivo é auxiliar no desenvolvimento de projetos voltados para o Meio Ambiente ao redor do mundo. Por ele, a SMAC pretende captar fundos internacionais voltados para a proteção ambiental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito