São Gonçalo tem atenção especial em saúde para população negra

O Dia Internacional da Mulher Negra é comemorado no próximo dia 25 de julho. Em São Gonçalo, o Programa Municipal de Saúde da População Negra, da Secretaria de Saúde e Defesa Civil, já está abrindo portas para que esta população tenha o acesso à saúde garantido respeitando as suas características. Visitas às unidades de saúde começaram a ser feitas para levantar este público usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) na cidade e construir políticas públicas direcionadas para ele.      

A coordenadora do programa, Belmira Félix de Oliveira Rodrigues, destaca que o trabalho começou, efetivamente, este ano, embora o programa tenha sido criado em 28 de setembro de 2020. “No ano passado, estávamos na pandemia e não havia condições de levantar os dados para ajudar essa população. Este ano, com o avanço da vacinação no município, estamos visitando as unidades de saúde e pedindo para que elas comecem a incluir no cadastro a cor das pessoas. Com este levantamento nas unidades, poderemos dar prosseguimento e traçar metas de atendimento e melhoramento para este público”, explicou Belmira.    

O objetivo do Programa Municipal de Saúde da População Negra é atender a Política Nacional de Saúde Integral da População Negra, criado em 13 de maio de 2009 e que tem como propósito garantir maior grau de igualdade no atendimento à saúde, em seus aspectos de promoção, prevenção, atenção, tratamento e recuperação de doenças e agravos transmissíveis e não transmissíveis incluindo aqueles de maior prevalência nesse segmento populacional.   

A pesquisa entre os moradores de São Gonçalo vai nortear as ações necessárias para melhorar a atenção para este público. No entanto, já é certo que há fatores socioeconômicos e genéticos que têm maior prevalência na população negra, como desnutrição, tuberculose e verminose (socioeconômicos) e hipertensão arterial, diabetes mellitus, síndrome hipertensiva na gravidez e doença falciforme (genético).     

Qual é a sua cor/raça? – Esta pergunta está sendo feita em todos os atendimentos das unidades de saúde de São Gonçalo e é uma determinação do Ministério da Saúde, através da portaria 344, de 1º de fevereiro de 2017. Por isso, não estranhe a pergunta quando a atendente perguntar e responda: preta, parda, branca, amarela ou indígena. Você é a pessoa mais importante para dizer quem você é. Por isso, é importante o cidadão colaborar para que cada vez mais o SUS tenha a sua cara, a sua cor.      

Dia Nacional de Mobilização Pró-Saúde da População Negra 

Desde 2006, no dia 27 de outubro, acontecem em todo o país, diversas atividades para mobilizar a população negra sobre os seus direitos à saúde e ampliar o debate com gestores, profissionais de saúde e a população em geral sobre o racismo e suas relações com a saúde.   

Onde procurar ajuda:Conselho Municipal da Igualdade Racial Rua Dr. Porciúncula, 395, Venda da Cruz, São Gonçalo

Programa Municipal de Saúde da População Negra Av. São Gonçalo, 100, Boa Vista, São Gonçalo (estacionamento do 2º andar do São Gonçalo Shopping)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: