fbpx

São Gonçalo continua em risco baixo para Covid-19

A avaliação que mede os índices de contaminação por coronavírus em São Gonçalo obteve oito pontos na semana 35, continuando na fase amarelo 1, com baixo risco de contaminação. A semana 35 corresponde à semana de 29 de agosto e 4 de setembro. A variação de óbitos por Covid teve quatro pontos, a variação de pacientes internados somou outros quatro pontos. Os demais índices ficaram sem pontuação.

Embora a vacinação evite a forma mais agressiva da doença, ela não impede a contaminação. Por isso, é necessário que todos os gonçalenses continuem respeitando todas as medidas sanitárias de prevenção, como uso de máscaras, isolamento social e higienização das mãos com água e sabão ou álcool em gel para que os índices continuem caindo.

“É muito importante que todos tenham essa consciência. Mesmo vacinadas, as pessoas têm que manter as medidas sanitárias porque podem contrair a doença mais leve, serem assintomáticas e contaminar outras pessoas. Temos que romper este ciclo”, disse o secretário municipal de Saúde e Defesa Civil de São Gonçalo, Dr. André Vargas.

Na semana 35/2021, os indicadores apontaram 36% de ocupação de leitos de UTI adulto, não contabilizando. Na semana anterior, eram 35% (0 ponto). A ocupação de leitos de enfermaria ficou em 36% (0 ponto). Na semana anterior ficou em 38% (0 ponto). A variação de óbitos pelo Coronavírus ficou com 1,09 e obteve quatro pontos. Na semana anterior eram 1,07 (quatro pontos). A variação de pacientes internados ficou em 1,19, somando quatro pontos. Na semana anterior foi 1,05, obtendo quatro pontos. E, por último, a porcentagem dos casos da covid-19 notificados ficou em -16% (0 ponto). Na semana anterior foi de -32% (0 ponto).

Para ter a fase de risco determinada são avaliados cinco indicadores, que são: capacidade de leitos de UTI, capacidade de leitos de enfermaria, variação de óbitos por covid-19, variação de novos casos e variação de pacientes internados. Dependendo dos números do sistema municipal de saúde, o município vai contando pontos. Com o total, a cidade é colocada em uma fase. São cinco no total, sendo o amarelo 1 (fase 1) – o de risco mais baixo (variação de 0 a 9 pontos) e o vermelho escuro (fase 5) com maior risco de contaminação (com pontuação maior que 40).

É importante ressaltar que as avaliações de confirmação de óbitos sofrem alterações diariamente e que podem ser referentes a datas retroativas devido ao processo de investigação da Vigilância Epidemiológica com base em resultados dos testes realizados pelos pacientes. Desde o fim de julho, a Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil inclui nos boletins diários da doença novos casos de óbitos – a maioria registrado em 2020 e início deste ano em outras cidades e que não tinham sido contabilizados anteriormente. Devido a esta inclusão de óbitos em outros municípios em meses anteriores, os números das mortes estão em crescimento, mas não refletem a atual realidade da pandemia no município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: