Saiba quais cidades terão transporte público gratuito no dia da eleição

Ao menos 20 cidades de grande e médio porte, incluindo dez capitais, anunciaram passe livre total ou parcial no domingo, quando será realizado o segundo turno das eleições. O levantamento foi feito pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e está sendo atualizado conforme outras cidades anunciam a medida. Até agora, o maior município que anunciou transporte gratuito no dia da eleição é o Rio de Janeiro.

A FNP reúne 415 prefeituras, incluindo todas as capitais estaduais e municípios com mais de 80 mil habitantes.

Haverá transporte público total ou parcial nas seguintes cidades:

– Canoas (RS)

– Caxias do Sul (RS)

– Curitiba (PR)

– Diadema (SP)

– Dourados (MS)

– Florianópolis (SC)

– Fortaleza (CE)

– Juiz de Fora (MG)

– Maceió (AL)

– Manaus (AM)

– Maringá (PR)

– Niterói (RJ)

– Nova Lima (MG)

– Pelotas (RS)

– Porto Alegre (RS)

– Rio Branco (AC)

– Rio de Janeiro (RJ)

– Salvador (BA)

– São Luís (MA)

– Uruguaiana (RS)

Em decisão tomada na noite de quinta-feira, o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que os municípios mantenham o serviço de ônibus e transporte público urbano coletivo em níveis normais, sem redução específica no domingo das eleições. Ele também proibiu que os municípios que já ofereciam o serviço de transporte público gratuitamente, seja pelo domingo, seja pelo dia das eleições, que deixem de fazê-lo. Ele negou, porém, o pedido para que as prefeituras fossem obrigadas a fornecer o transporte gratuito no dia das eleições.

Também na quinta, o prefeito do Rio de Janeiro Eduardo Paes anunciou que haverá gratuidade no transporte público municipal no dia da eleição, entre 6h e 20h, mediante a apresentação do título de eleitor no momento do embarque. A medida também é válida para o dia 30 de outubro, data do segundo turno, caso ocorra. O transporte público municipal do Rio contempla ônibus e BRT. O VLT também é municipal, mas não será gratuito no domingo. Barcas e metrô são de competência do governo do estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.