Rio tem alto risco de contágio para a covid em todas as regiões da cidade pela quarta semana consecutiva

O Rio continua com todas as 33 regiões administrativas da cidade com alto risco de contágio para a covid-19. É a quarta semana consecutiva nesse patamar. A cidade registra, segundo dados divulgados na manhã desta sexta-feira, em entrevista coletiva no Centro de Operações, no Centro, um total de 194.497 casos confirmados da doença e 17.888 mortes. A taxa de letalidade no município está em 9,2%. Segundo a prefeitura, a fila por internação na cidade está zerada neste momento.

“As medidas de proteção à vida não mudam. Nós continuaremos exigindo, fiscalizando a capacidade de lotação dos estabelecimentos, horários de funcionamento e ampliação das regras de distanciamento em locais fechados. E essas ações serão intensificadas agora na semana do Carnaval”, disse Márcio Garcia, superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria municipal de Saúde.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, apesar da classificação de altorisco, há regiões que poderiam ter evoluído para nível moderado.

“Porém, há dois fatores que fizeram com que a gente mantivesse o alto risco para todas as áreas e as medidas restritivas correspondentes: a chegada do Carnaval e a possibilidade de circulação de uma possível nova cepa de Manaus, da qual pouco se sabe ainda”, disse Soranz. O prefeito Eduardo Paes fez novo apelo à população para que não compre ingressos para eventos clandestinos de Carnaval: 

“Estamos notificando vários eventos e vamos interditar outros tantos no momento em que estiverem ocorrendo. Portanto, não comprem ingressos para não terem que brigar depois no Procon ou na Justiça para reaver o dinheiro. Esperei quatro anos para poder entregar as chaves da cidade para o Rei Momo e, por ironia do destino, não poderei fazer isso neste ano. Mas a causa é nobre: salvar vidas”, disse o prefeito. 

VACINAÇÃO

A campanha de vacinação prossegue nesta sexta-feira, com a imunização de pessoas com 85 anos, e neste sábado: todos acima de 85 anos que não puderam se vacinar ao longo da semana. A vacinação acontece nas clínicas da família e centros municipais de saúde, das 8h às 17h de segunda a sexta-feira, e das 8h às 12h aos sábados.

A vacinação também acontece nos postos de drive-thru da cidade, em que a pessoa não precisa sair do carro para ser vacinada. São 11 postos em funcionamento de segunda a sexta, das 8h às 15h. Aos sábados, o funcionamento é das 8h às 12h. Os postos da Uerj, do Parque Olímpico e do Planetário da Gávea só funcionam nos dias de semana.

Até às 19h desta quinta-feira, haviam sido vacinados no Rio 224.389 pessoas, em 797 pontos de vacinação na cidade. No site ‘Onde se antedido’ (prefeitura.rio/ondeseratendido) é possível consultar o posto de vacinação mais perto de casa. 

CONFIRA OS PONTOS DE VACINAÇÃO DRIVE-THRU

Segunda a sexta-feira, das 8h às 17h
– Planetário da Gávea
Segunda a sexta-feira, das 9h às 15h
– Parque Olímpico (Barra da Tijuca)
Quarta a sexta-feira, das 9h às 15h
– Uerj (Maracanã)
Sábados, das 8h às 12h
– CMS Guilherme Manoel da Silveira (Bangu)
– CMS Belizário Penna (Campo Grande)
– Sambódromo (Santo Cristo)
– Engenhão (Engenho de Dentro)
– Cidade Universitária (Ilha do Fundão)
– UFRJ campus Praia Vermelha (Urca)
– Parque Madureira (Madureira)
– Policlínica Lincoln de Freitas Filho (Santa Cruz)
– Parque Olímpico (Barra da Tijuca)

QUEDA NOS ATENDIMENTOS
Além da fila zerada por internação, outro dado positivo divulgado nesta sexta-feira é a queda na procura por atendimento de casos de síndrome gripal e síndrome respiratória aguda grave nas unidades de urgência e emergência do Rio. Em janeiro, a média móvel de procura por atendimentos por dia esteve um pouco abaixo de 400 casos, e vem decaindo de forma contínua. Em abril do ano passado, a média móvel estava em cerca de 500 atendimentos por dia. Segundo dados divulgados nesta manhã, o Rio tem 886 pessoas internadas e taxa de 73% de ocupação dos leitos operacionais. Os dados foram fechados no início da noite desta quinta-feira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: