Rio entra em contagem regressiva para fim de vacinação dos grupos prioritários

O município do Rio de Janeiro está chegando em seus últimos dias do calendário de vacinação para os grupos prioritários. Quem fizer parte do segmento pode receber a dose do imunizante até sábado (29). Na segunda (31) começará a valer uma nova etapa de campanha, feita através do escalonamento de idade. A previsão é que 30 mil pessoas recebam as doses por dia. A repescagem será feita a partir da ordem de idade, uma vez a cada três dias.

Nos dois últimos dias dos grupos prioritários, a Secretaria Municipal de Saúde do Rio estará vacinando as pessoas entre 26 e 18 anos. Nesta sexta, a campanha atende pessoas de 26 anos pela manhã e 25 na tarde. No sábado o atendimento será amplo e a imunização vai ser feita entre quem possui 24 até 18 anos durante todo o dia.

Grávidas e puérperas com comorbidades, àqueles que estiverem em diálise devido a doença renal crônica e pessoas com síndrome de Down maiores de idade podem se imunizar em qualquer um dos dias.

Até sábado, para se vacinar, é necessário apresentar um atestado ou laudo médico que comprove o quadro de saúde dentre as doenças que serão listadas abaixo. O grupo de comorbidades só compreendem doenças mais graves ou complexas. (Confira abaixo a lista com todas as doenças previstas para o grupo de comorbidade)

Para profissionais da Educação, a vacinação será finalizada nesta sexta e contemplará trabalhadores de 45 anos. É necessário apresentar um contracheque ou declaração das instituições comprovando o vínculo empregatício para receber o imunizante.

Em nota, a Secretaria municipal de Educação informou que as pessoas que não se vacinaram contra a covid-19 dos grupos prioritários podem se vacinar nas datas em que estiver prevista a sua idade durante a vacinação em larga escala. Confira a nota na íntegra:

A vacinação dos grupos prioritários se encerra neste sábado, dia 29 de maio, com a faixa etária até 18 anos. A partir daí, a vacinação será aberta para toda a população, seguindo sempre o escalonamento etário, de 59 anos para baixo, conforme calendários disponíveis em coronavirus.rio/vacina.

Até o dia 29 de maio, pessoas dos grupos prioritários que tenham perdido a data de sua faixa etária poderão se dirigir aos postos em qualquer dia, para tomar a vacina. Já a partir de 31 de maio, quando a vacinação abre para toda a população, também poderão se vacinar, mas deverão respeitar o dia destinado a sua faixa etária específica no novo calendário. Os dados sobre número de pessoas vacinadas podem ser visualizados no Painel Rio Covid-19, em coronavirus.rio/painel.

No total, 3,03 milhões de doses foram distribuídas para primeira e segunda dose. Receberam a primeira aplicação 97,7% das pessoas acima de 60 anos.

Entre os grupos prioritários, apenas 4% das pessoas com deficiência foram vacinadas. 447,6 mil pessoas com comorbidades receberam a primeira dose, bem como 3,3 mil gestantes e 464 puérperas com com doenças crônicas.Foram vacinados entre as categorias profissionais: 383 mil da saúde, 42 mil da educação, 2,1 mil dos transportes, 1,6 mil da limpeza urbana, 5,2 mil da segurança e 74 do sistema prisional.

Entre as populações prioritárias, apenas 273 pessoas de 7272 pessoas em situação de rua foram vacinadas. 273 indígenas receberam o imunizante e 390 quilombolas foram protegidos. Os dados foram obtidos a partir do Painel Rio Covid-19 da prefeitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: