Rio de Janeiro tem redução de 37% nos roubos de carga em janeiro

O Estado do Rio de Janeiro registrou queda de 37% no número de roubos de carga em janeiro, na comparação com o mesmo mês de 2020. Foram 363 casos no 1º mês de 2021. Em relação a dezembro, a queda foi de 21%.

Os dados foram divulgados nesta 2ª feira (22.fev.2021) pelo ISP (Instituto de Segurança Pública) do Rio de Janeiro. São baseados nos registros de ocorrência lavrados nas delegacias de Polícia Civil do Rio de Janeiro.

No trimestre de novembro de 2020 a janeiro de 2021, a redução foi de 32% na comparação com o mesmo período de anos anteriores.

De acordo com o ISP, o recuo nos números dos roubos de cargas se mantém desde 2018. Para o órgão, a queda não tem relação com isolamento social adotado por causa da pandemia.

“É importante salientar que um estudo divulgado pelo ISP, em outubro, mostrou que a queda nos roubos de carga não tem correlação estatística com o isolamento social por conta do coronavírus. Para elaborar o relatório, os analistas do Instituto cruzaram dados dos usuários do Google com os registros de ocorrência da Secretaria de Estado de Polícia Civil”, informou, em comunicado.

Em janeiro de 2021, ações das polícias civil e militar retiraram de circulação cerca de 20 armas de fogo por dia no Estado. Ao todo, foram 619 armas apreendidas, entre elas 53 fuzis. Segundo o ISP, foi o 2º maior número de apreensões em janeiro desde 2007.

Foram registradas 149 mortes por intervenção de agentes do Estado em janeiro de 2021. É o menor valor para o mês desde 2018. Na comparação com janeiro do ano passado, o indicador apresentou queda de 4%.

Os dados indicam também que os crimes violentos letais intencionais (homicídio doloso, roubo seguido de morte e lesão corporal seguida de morte) registrados em janeiro aumentaram 2% em relação ao mesmo mês de 2020.

As 376 mortes registradas nos 31 primeiros dias de 2021 representam o 2º menor número para o mês desde 2013.

Leia os principais indicadores:

  • Roubo de carga: 363 casos em janeiro de 2021. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, o indicador apresentou queda de 37%.
  • Roubo de veículo: 2.332 ocorrências em janeiro. Na comparação com 2020, o indicador apresentou queda de 28%.
  • Roubo de rua (roubo a transeunte, roubo de aparelho celular e roubo em coletivo): 6.436 registros em janeiro. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, o indicador apresentou queda de 33%.
  • Crimes violentos letais intencionais (homicídio doloso, roubo seguido de morte e lesão corporal seguida de morte): 376 vítimas em janeiro – esse número representa o 2º menor valor para o mês desde 2013. Na comparação com o ano passado, o indicador apresentou aumento de 2%.
  • Roubo seguido de morte (latrocínio): 13 vítimas em janeiro – este foi o 2º menor valor para o mês desde 2016. Na comparação com janeiro do ano passado, o indicador apresentou cinco mortes a mais.
  • Morte por intervenção de agente do Estado: 149 mortes em janeiro de 2021 – este é o menor valor para o mês desde 2018. Na comparação com janeiro do ano passado, o indicador apresentou queda de 4%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: