Randolfe apresenta requerimento para convocar Bolsonaro na CPI da Covid

O vice-presidente da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), apresentou requerimento nesta 4ª feira (26.mai.2021) para convocar o presidente Jair Bolsonaro a depor na comissão na condição de testemunha.

O senador diz, no documento apresentado, que “a cada depoimento e a cada documento recebido, torna-se mais cristalino que o presidente da República teve participação direta ou indireta nos graves fatos questionados por esta CPI”.

Randolfe lista entre os motivos principais que o levaram a pedir a presença de Bolsonaro na comissão o não uso de máscaras e o desrespeito ao distanciamento social, o estímulo ao uso de medicamentos sem eficácia comprovada, omissões do governo federal na crise de oxigênio no Amazonas e na aquisição de medicamentos para intubações e de vacinas.

REUNIÃO

A CPI iniciou a reunião desta 4ª feira por volta das 10h15, mas ela logo foi suspensa a pedido do presidente, senador Omar Aziz (PSD-AM). Ele reuniu os demais integrantes do colegiado em uma reunião secreta.

De acordo com interlocutores dos senadores, governistas e oposicionistas discutem a redução da lista de governadores que devem ser convocados a também prestar esclarecimentos.

Nesta 3ª feira, os senadores anunciaram que votariam requerimentos para convocar governadores de 10 Estados e prefeitos e ex-prefeitos de 7 capitais. O critério de escolha dos gestores foi definido pelos locais onde houve operações da Polícia Federal para investigar mau uso do dinheiro destinado ao combate à pandemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: