Queimados tem ação especial pelo combate à violência contra a pessoa idosa

Para celebrar o “Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa”, a Prefeitura de Queimados, por meio do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (COMDEPI) e em parceira com a Secretaria Municipal da Terceira Idade, realizou nesta sexta-feira (15) uma ação na Praça Nossa Senhora da Conceição, no Centro. O evento ofereceu atendimento com assistente social, aferição de pressão e corte de cabelo masculino à população idosa do município.

O objetivo da iniciativa é elucidar o fato de que maus-tratos à pessoa idosa existem e devem ser combatidos. O Prefeito Carlos Vilela participou do evento acompanhado do vice-prefeito, Machado Laz, e do Secretário Municipal da Terceira Idade, Carlos Albino, e frisou que o governo está trabalhando em prol do direito de todos.

“Fazemos o possível para garantir que todos da melhor idade tenham dignidade e serviços de qualidade em nossa cidade. A prova disso é que temos um Centro de Esporte e Lazer da Terceira Idade, para que eles possam praticar atividades físicas gratuitamente, disponibilizamos também a Casa do Idoso, com especialidades médicas especialmente para eles e hoje também entregamos credencias para garantir prioridade de estacionamento para idosos e deficientes”, destacou.

De acordo com a Presidente do COMDEPI, Maricéia Peluzio, a função do órgão é supervisionar, acompanhar, fiscalizar e avaliar a política municipal do idoso. “Trabalhamos através de uma ouvidoria, na qual recebemos reclamações e, então, podemos investigar o fato. Após detectarmos o problema, encaminhamos o caso para o setor responsável, que pode ser a Delegacia, o Ministério Público ou a Assistência Social”, explicou.

Ciente de seus direitos como cidadão e pessoa idosa, José da Silva, de 79 anos, estava passando pela Praça e resolveu participar da ação. “Acho muito importante promover esses eventos de conscientização para a população. Infelizmente existem muitos idosos que sofrem maus-tratos e não sabem como pedir ajuda”, disse o morador do bairro São Cristóvão, que deu uma repaginada no visual durante o evento.

Tão importante como se conscientizar sobre a violência é saber quais são os meios de denúncia. Por isso, se você sofre algum tipo de agressão ou conhece alguém nessa situação, disque 100 (a ligação é gratuita e funciona 24h). Além disso, a cidade disponibiliza a ouvidoria da pessoa idosa, que atende pelo 2665-6526.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *