Queimados celebra inclusão e esporte com reinauguração do Ginásio Metodista

Faltam 115 dias para os Jogos Olímpicos de 2024 em Paris, na França. E nesta terça-feira (2), aproximadamente 500 alunos da rede municipal de ensino de Queimados já deram o pontapé inicial com a primeira edição dos Jogos Municipais Estudantis e Inclusivos. Em alusão ao maior evento multiesportivo global, a abertura das atividades olímpicas nas escolas municipais aconteceu durante a inauguração do Ginásio Municipal Metodista, no bairro Pacaembu.

A abertura dos jogos estudantis e inclusivos foi digna de um evento oficial com direito a revezamento da tocha olímpica, acendimento da pira olímpica e apresentações artísticas. Cada unidade escolar representou um país que estará nos Jogos Olímpicos. Ao todo, serão 12 modalidades para disputas entre os estudantes para as categorias sub-11, 13 e 15 e EJA Livre. Já os alunos da Creche ao 3º ano do Ensino Fundamental irão participar do 1º Dia Olímpico Infantil de Queimados. As seletivas ocorrerão entre 7 de maio e 20 de junho.

Os objetivos dos jogos são desenvolver a socialização, o respeito e a socialização e estimular a convivência entre as pessoas com e sem deficiência.  As modalidades terão foco inclusivo com a realização da paralimpíada em 25 de junho.

Além dos jogos tradicionais como basquete, futsal, vôlei, natação, atletismo, basquete, handebol, os Jogos Municipais Estudantis e Inclusivos contarão com modalidades como a bocha (são jogos de bola vinculado com o boliche) e goalball que (é praticado com uma bola que tem um guizo em seu interior para produzir sons).

 

ESPÍRITO OLÍMPICO

A professora da Escola Municipal Profª Maria Corágio Pereira Xanchão, Patrícia Pessoa, foi condutora da Tocha Olímpica Rio 2016 e fez a mesma coisa na abertura dos Jogos Estudantis e Inclusivos. Quem foi responsável por acender a Pira Olímpica foi o aluno da Escola Metodista, Miguel Marcos de 12 anos, diagnosticado com transtorno do espectro autista.

A docente falou sobre esse momento que marcou sua vida e a importância dos jogos na cidade: “O esporte e a educação são aliados. A prática esportiva ajuda no desenvolvimento, disciplina e na construção de valores para que possamos viver em sociedade. Essa aliança ajuda muito na educação dessas crianças”, reforçou.

Quem abriu oficialmente os Jogos Estudantis e Inclusivos foi o prefeito da cidade, Glauco Kaizer. O gestor falou da importância do espírito olímpico e da inclusão social. “O acolhimento, a motivação e solidariedade são características das disputas olímpicas. E hoje temos um motivo a mais para iniciar esse projeto em nossas escolas, além dos jogos em Paris em julho deste ano, hoje é Dia Mundial da Conscientização do Autismo. A inclusão não é apenas uma responsabilidade da educação, mas também de todos nós. Por fim, estamos inaugurando a reforma do ginásio com um grande marco”, disse.

Também participaram da cerimônia a primeira-dama, a professora Cristiane Kaizer,  o secretário de educação André Monsores, o secretário de esportes, Marcelo Leyed, a secretária de obras, Cristina Remann, representantes do legislativo, além de autoridades municipais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *