Queda de energia no Metrô vira investigação da Agetransp

A linha 2 do MetrôRio, que liga a Pavuna, na Zona Norte, a Botafogo, na Zona Sul, ficou totalmente paralisada na tarde de quinta-feira (13/07), causando superlotação nas estações em pleno horário de pico.

Com duração de 1h30, a interrupção se deu pela queda de energia entre as estações de Maria da Graça e São Cristóvão, na Zona Norte do Rio, levando ao fechamento de algumas estações no trecho, por conta da quantidade de passageiros que aguardavam a liberação.

As linhas 1 e 4, que ligam a Tijuca, na Zona Norte, à Barra, na Zona Oeste, também foram afetadas, com intervalos irregulares.

Segundo a Agetransp (Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes Aquaviários, Ferroviários e Metroviários e de Rodovias do Estado do Rio de Janeiro), além das causas da ocorrência, será apurada a adequação do atendimento aos passageiros e dos procedimentos adotados pela concessionária para restabelecer a normalidade da operação. A agência afirmam ter enviado uma equipe de fiscalização para a Subestação Elétrica da Rua Frei Caneca, no Centro, para monitorar a atuação dos funcionários do MetrôRio, que realizavam a manutenção.

O Centro de Monitoramento de Concessionárias (CMC) segue monitorando a situação nesta sexta-feira (14).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *