Projeto Musical que conta a história de Villa-Lobos chega à Magé

O lendário maestro Heitor Villa-Lobos passou a infância em Minas Gerais e, quando menino, não parava de imitar o apito do trem que passava pelas proximidades: tuhu, tuhu, tuhu. Com esse ponto de partida, nasceu o programa de educação musical “O Brasil de Tuhu”, que, nesta quinta-feira (10/06), estreou, em Magé, na creche municipal Jáder Ullmann, em Nova Marília. Foram quatro apresentações durante o dia para 100 crianças que estão estudando em regime de revezamento por conta da pandemia. “Nosso intuito é desenvolver a sensibilidade dos pequenos para a música. As apresentações foram para os alunos do ensino infantil e do primeiro ano do ensino fundamental”, declarou a gestora da Diretoria de Ensino da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, Maria Rita Luzorio.

Com cerca de 25 minutos (adaptados dos 50 minutos originais pré-pandemia), “O Brasil de Tuhu” conta, de forma lúdica, a história de Villa-Lobos pelos olhos da tia Fifinha, personagem vivida pela atriz baiana Verônica Bonfim. “É muito importante levar este tipo de espetáculo para localidades carentes de programas assim. Eu venho do interior da Bahia e sei como é especial para as crianças ter contato com a arte, a música”, disse a artista. Acompanhando Verônica, um quarteto de dois violinos, uma viola e um violoncelo apresenta, para a atenta plateia, as obras do maestro brasileiro. Encantados com o que tinham acabado de assistir, Eloá e João Vítor, ambos com seis anos, elegeram a viola como o instrumento que mais gostaram de ouvir.

Em sua 13a. edição, o programa “O Brasil de Tuhu” é uma iniciativa da Baluarte Cultura com o apoio do Ministério da Cultura e da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. Magé é o primeiro município da Baixada Fluminense a receber a visita do espetáculo. “O projeto foi desenvolvido para crianças entre seis e 12 anos de idade. Ao todo, 40 mil meninos e meninas já assistiram às nossas apresentações em todo o país. Para isso, nesse momento, tivemos que adaptar o show aos protocolos necessários para evitar a Covid”, explicou a coordenadora de produção Lívia Simão. Para apresentar o programa, os responsáveis desenvolveram um site (www.brasildetuhu.com.br), um aplicativo, uma rádio com podcasts, uma revista em quadrinhos e um CD.

A representante da Secretaria de Educação de Magé comentou que o projeto deverá voltar à cidade no segundo semestre de 2021. “Demos o pontapé inicial aqui na creche. Mas, em agosto, vamos conversar com os realizadores do programa para levar o espetáculo para as demais escolas do nosso município”, finalizou Maria Rita.

Aventuras na História · A vida cheia de mistérios de Heitor Villa-Lobos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: