Programa visa o fortalecimento do artesanato no município de São João da Barra

São João da Barra está entre as 46 cidades do estado inseridas no Programa de Fortalecimento do Artesanato Fluminense (PFAF). A iniciativa tem por objetivo fomentar o segmento com capacitações em empreendedorismo e marketing e na produção e estruturação de feiras, além de agir na ativação cultural. O ponto inicial é o mapeamento dos artesãos do município a partir de um cadastro (formulário para preenchimento disponível (aqui)

O programa é desenvolvido pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa (Secec). Seus objetivos e metas foram apresentados na última segunda-feira durante uma reunião na Estação das Artes Derly Machado, em São João da Barra.

Representando o município participaram da reunião o ouvidor da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, Bruno Costa, e a presidente da Casa do Artesão Alcimar Simões Bomgosto (CAASB), Carla Roberta Manhães Bueno. Da Uerj, estavam presentes a coordenadora executiva, Aline Mendes, a gerente de projetos, Maria Gabriela Pereira, o supervisor de mídias, Vitor Peruzze, além do supervisor e produtoras responsáveis por conduzir o programa no município: Flavio Loureiro, Dora Rodrigues e Paula Salles.

“Para os artesãos é uma oportunidade de crescimento fazer parte desse programa e poder desenvolver e aprimorar um trabalho tão importante, não só para a geração de renda, mas para a cultura do município”, destacou Carla Roberta.

Para a secretária de Educação e Cultura Angélica Rodrigues estar entre os municípios selecionados é reafirmar a importância do trabalho do artesão sanjoanense.

“O artesanato carrega a história de um povo e participar de um projeto que visa capacitar esses artistas é fomentar a cultura e o empreendedorismo. Ficamos muito felizes em fazer parte desse trabalho”, destacou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.