fbpx

Programa de inclusão digital beneficia alunos em Macaé

O projeto “Janelas para o Amanhã”, programa de inclusão digital da Petrobras, está entregando computadores e notebooks para  seis escolas da rede municipal de Macaé. São elas: Colégio Municipal Zelita Rocha de Azevedo (Parque Aeroporto), José Calil Filho (São José do Barreto), Renato Martins (Ajuda), Dolores Garcia Rodriguez (Mirante da Lagoa), Olga Benário Prestes (São  José do Barreto) e Sônia Regina Lapa (Ajuda). A iniciativa tem  o objetivo de  ampliar o acesso digital aos  estudantes  até o ano letivo de 2022. Em Macaé, o número de computadores disponibilizados é conforme o número de estudantes atendidos pelas unidades municipais.

A primeira etapa do programa contempla escolas públicas de 20 municípios do Rio de Janeiro. Os computadores, que também são entregues em etapas, até o final do ano que vem, ficarão nas escolas e contarão com suporte técnico por um período de dois anos.

Diante do projeto, em dois anos, além  dos computadores, será oferecida formação em tecnologia da informação de alunos e professores das escolas participantes . Na rede municipal, a  capacitação em  “Metodologias Ativas”   foi iniciada em 6 de outubro e se estende  até 24 de novembro.  A previsão é que em 2022 sejam retomadas  as capacitações  a partir do mês de fevereiro. O curso é ministrado pela plataforma da Recode, organização da sociedade civil que utiliza a informática como mecanismo de inclusão e empoderamento digital de comunidades vulneráveis

De acordo com a coordenadora do programa InovareAprender, a designer educacional, Luemy Ávila, o projeto é mais uma oportunidade voltada para  tecnologia digital. “A colaboração e participação nos editais é de suma importância para o reforço da educação digital”, ressalta.

Projeto – O “Janelas para o Amanhã” foi lançado em março, no Rio de Janeiro, em que estão sendo entregues cerca de 3.800 computadores para 188 escolas. Até o final do ano, o programa contemplará também escolas públicas capixabas. Serão doados ao todo mais de nove mil computadores e a companhia prevê investir R$ 2,3 milhões na formação em tecnologia de 2,2 mil alunos e 2 mil professores em 39 municípios, ampliando o acesso digital para cerca de 50 mil estudantes dos ensinos Fundamental e Médio. As unidades foram selecionadas pela Petrobras com base nos critérios previstos no edital do projeto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: