Programa Bairro Seguro tem atividades iniciadas em Itaipuaçu, Maricá

Teve início nesta terça-feira (15/06) o programa Bairro Seguro, policiamento de proximidade que funcionará inicialmente em Itaipuaçu. Maricá é a única cidade, fora a capital, a receber a iniciativa do Governo do Estado.

Segundo o prefeito Fabiano Horta a escolha de Itaipuaçu para iniciar o programa levou em conta o crescimento da região. “O nosso objetivo é que Itaipuaçu seja uma referência na construção de políticas de segurança. Trazer o programa Bairro Seguro para Maricá é a materialização da capacidade de entender os problemas do município. Esse avanço vai ser importante para o bairro, que recebe fluxo turístico alto, é um bairro grande e em constante crescimento. Maricá ser a única cidade a receber o programa nos dá mais responsabilidade ainda de êxito porque vamos ser modelo para outros lugares”, comentou.

De acordo com o secretário de Ordem Pública e Gestão de Gabinete Institucional (Seop) Júlio César Veras Vieira, inicialmente, o programa funcionará com interação com o Proeis e com a 6ª Cia da PM, mas contará com seis viaturas e 30 policiais militares.

“O Bairro Seguro é um divisor de águas para a Segurança Pública municipal. Trazer o programa para cá só reforça a preocupação do município com os seus cidadãos. O programa Bairro Seguro objetiva principalmente ser uma polícia de proximidade, com contato permanente com o cidadão. Vamos reduzir os índices de criminalidade em Itaipuaçu, assim como aconteceu em locais onde o programa já funciona”, explicou Veras.

Ainda de acordo com o secretário, o morador de Itaipuaçu terá contato direto com os agentes nas viaturas, através do telefone do Bairro Seguro (21 99173-2191).

Para o comandante do 12º BPM (Niterói) coronel Sylvio Guerra, um fator importante para o sucesso de programas como o Bairro Seguro é a parceria entre Estado e Município.

“A parceria que temos da PM com a Guarda Municipal de Maricá é fator determinante para o sucesso de programas de segurança pública. Não tenho dúvida de que a sociedade vai sentir rapidamente essa mudança no policiamento, que é um policiamento voltado à sociedade, às pessoas de bem. É um programa revolucionário para o município”, comentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: