Profissionais de Saúde passam pelo último dia do Agosto Dourado em Mesquita

O Agosto Dourado, mês dedicado ao incentivo ao aleitamento materno, foi encerrado oficialmente na ultima quarta-feira, dia 28 de agosto, em Mesquita. A agenda de eventos focados nas mães e gestantes do município teve sua última reunião no auditório da Escola Municipal Rotariano Arthur Silva. E recebeu os profissionais de saúde para um seminário sobre o assunto.

A programação abordou temas importantes a serem trabalhados na área de Saúde de Mesquita. Todos em prol da amamentação. Integrantes das Unidades Básicas de Saúde (UBS), Estratégia de Saúde da Família (ESF) e Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) puderam compreender um pouco mais sobre o empoderamento da família para favorecer o aleitamento e a importância dos mil dias, que contam desde a gestação até os dois anos de idade, de cuidados com a criança. 

Ginecologista e obstetra do Instituto Fernandes Figueira, da Fiocruz, Augusta Assumpção relembrou aos presentes a importância do aleitamento. “São horas de ouro na vida dessa criança. E terão um impacto futuro muito forte. Isso porque ajudam na defesa imunológica. Além disso, contribuem na redução de doenças na fase adulta”, disse.

Para ela, é de extrema importância que os pais se sintam seguros no ambiente hospitalar. “Não precisar brigar pelo direito de acompanhar o bebê em uma unidade hospitalar, por exemplo, é uma forma de empoderamento da família. É algo que nós, profissionais da saúde, temos de entender”, frisou. 

Pediatra da rede de saúde municipal, Virgínia Santa Rosa também esteve presente no evento. Ela falou com sobre como os cuidados durante os primeiros anos do bebê podem gerar benefícios. “E isso não só na questão nutricional. Também desenvolve sua motricidade e suas funções neurológicas nesses primeiros mil dias de vida. Todo esse cuidado forma um adulto saudável”, explicou. Foram realizadas, ao todo, 21 ações durante o mês de agosto em todas as unidades de saúde da cidade. 

ZMD – Ajudando a informar

Durante o seminário, foi também apresentado um novo aplicativo traduzido pelo IFF. Ele repassa informações importantes sobre gravidez saudável e cuidados emergenciais. O programa, que recebe o nome de Zero Mothers Die (ZMD), com tradução livre para “Zero mães morrem”, é uma iniciativa global que auxilia mães, gestantes e profissionais da saúde. O aplicativo só é compatível para celulares com sistema operacional Android.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: